APRESENTAÇÃO: Novo Kia Picanto. Preços e características mais importantes.

As grandes novidades do Kia Picanto - que chega agora ao mercado português - são a disponibilidade de uma versão bi-fuel, equipada com um pequeno motor de 1,0 litro que tanto funciona a gasolina como a GPL, e a carroçaria de 3 portas. Contudo, ambos só estarão disponíveis para venda em Setembro, mês que assinalará também o início da comercialização de um novo Kia Rio, cuja apresentação internacional está reservada para Agosto, no nosso País.
O novo Kia Picanto tem preços, "chave na mão", a partir dos 10000 euros. É 6 centímetros maior do que o antecessor, mantendo, no entanto, as restantes dimensões. Esse facto permitiu aumentar ligeiramente a distância entre eixos, beneficiando sobretudo a habitabilidade dianteira e a capacidade da mala, que cresceu até aos 200 litros.

Além deste motor de 1 litro a funcionar a gasolina ou a GPL, o Kia Picanto terá também uma versão TX Sport dotada de uma motorização 1.25 a gasolina com 85 cv. Qualquer delas distingue-se por uma redução dos consumos e consequente decréscimo das emissões de CO2, além de passarem a beneficiar de 7 anos de garantia como os restantes modelos da marca coreana.
Deixa de ser comercializada a versão diesel de 1,1 litro presente na anterior geração.

Tabela de preços (clicar sobre a imagem para ampliar)


Proposto pela primeira vez com carroçarias de 5 e 3 portas, o novo Picanto disponibilizará equipamentos de grande qualidade a um preço acessível. A primeira geração vendeu mais de 1,1 milhões de vendas em sete anos que se seguiram, 300 mil das quais na Europa.
Mais espaço, mais elegância, mais versões, um menor coeficiente de resistência aerodinâmica e uma nova sensação de estabilidade e de força, sublinhada pelas cavas das rodas musculosas, pela embaladeira ampla e rebaixada e pelas jantes de liga alargadas.
Na dianteira, o rosto do Picanto expressa o mesmo vigor assertivo e refinamento dos seus irmãos mais velhos, Venga e Sportage, tendo em comum com estes a mesma grelha de assinatura em nariz de tigre. Os “olhos” do tigre, formados pelas luzes de condução diurna de série (com LEDs opcionais nos modelos EX), sugerem um design de alto nível e a sofisticação da alta tecnologia. Aliadas a uma espectacular abertura na grelha inferior, as luzes criam um grafismo desportivo e diferenciador. A acentuada linha característica ao longo do flanco da carroçaria confere uma tensão dinâmica ao perfil do automóvel e integra os manípulos exteriores das portas de forma perfeita. Visto de trás, o novo design do Picanto enfatiza a modernidade elegante, com o seu vidro traseiro de grandes dimensões, emoldurado pelo grafismo único dos farolins traseiros e apoiado por um pára-choques sólido e resoluto.
Nos modelos EX estarão ainda disponíveis disponíveis, a título opcional, faróis do tipo projector e luzes de condução diurna, farolins traseiros combinados e luz de travagem em posição elevada. Tanto nos modelos LX como nos modelos EX, os clientes podem optar por jantes de liga leve de 14 ou 15 polegadas em vez das jantes de série em aço – conferindo uma sofisticação acrescida ao visual exterior do novo Picanto.
O modelo de 3 portas, com o tratamento único do pilar C, pára-choques e grelha, propõe uma temática exterior ainda mais emocionante, para seduzir um público mais vasto. A composição gráfica foi subtilmente configurada para reforçar o carácter desportivo do veículo.

Habitabilidade

Embora mais elegante, o novo Picanto com 3,6 metros de comprimento continuará a ser um automóvel extremamente prático. A nível exterior, o comprimento total aumentou 60 mm, e a distância entre eixos teve um acréscimo de 15 mm. Apesar do novo Picanto ser maior e ter mais equipamento, a adopção de uma maior quantidade de aço de alta tensão na carroçaria permitiram reduzir o peso relativamente ao seu antecessor.
Estes aumentos e a engenhosa configuração do habitáculo aumentaram o espaço disponível para os ocupantes (o espaço para as pernas à frente cresceu 36 mm), e para a carga, com um aumento de 27% da capacidade da mala, que se cifra agora em 200 litros.

A arquitectura interior apresenta a mesma funcionalidade elegante que o exterior, com os comandos principais dispostos numa configuração atraente e fácil de utilizar, que realça a largura e espaço do habitáculo. O volante de dois raios, com aro espesso, e o painel de instrumentos de três “tubos” com assinatura Kia, a atraente selecção de opções de equipamento interior e os dois tons do habitáculo – preto ébano e cinzento alpino, em material têxtil para o modelo LX e em malha para o modelo EX –, são complementados por três opções de estofos para os modelos EX.
O pacote Deluxe acrescenta estofos completamente revestidos a pele artificial, enquanto o pacote New Chic apresenta estofos revestidos a pele e tecido – ambos em preto ébano. O pacote de topo Premium Sports é composto por estofos revestidos a malha e pele artificial em preto ou cinzento, combinado de instrumentos Supervision e pedais desportivos em liga leve.
Com a oferta de oito pacotes de equipamento interior muito diferentes – cada um deles com detalhes decorativos condizentes e combináveis com uma cor exterior ideal –, torna-se possível um elevado nível de individualização; o interior pode ser elegante, desportivo ou luxuoso, dependendo das preferências do cliente.
Os elementos introduzidos no novo Picanto incluem vidro do pára-brisas com protecção UV, ar condicionado automático, retrovisores exteriores com rebatimento eléctrico, comando automático de luzes, gaveta para arrumações no banco do passageiro, caixa para arrumações sob o piso, porta-copos duplo extraível com iluminação, palas de sol com espelhos de cortesia iluminados e indicador de mudança de velocidade destinado a encorajar um estilo de condução económico.
Outros elementos disponíveis incluem o sistema de entrada com chave inteligente com botão de arranque/paragem do motor, tomadas AUX, iPod e USB para o rádio RDS e leitor de CD com compatibilidade MP3, sistema mãos-livres Bluetooth® com reconhecimento de voz, ‘encostos de cabeça activos, airbag para joelhos do condutor, bancos dianteiros aquecidos, volante aquecido, sensores de marcha-atrás para estacionamento, sistema de auxílio ao arranque nas subidas e “Start & Stop” do motor para uma maior economia de combustível.

Motorizações

Os novos Picanto estão equipados com um motor Kappa, altamente eficiente e que reduz as emissões de CO2 para apenas 90 g/km e os consumos para uns escassos 4,1 litros/100 km.
Estarão disponíveis três versões do Kappa: uma unidade de 1.248 cc/quatro cilindros com 85 cv e um binário de 121 Nm e dois motores de 3 cilindros de 998 cc, um a gasolina e outro que trabalha essencialmente a GPL.
O motor a gasolina produz 69 cv e 95 Nm de binário. A unidade GPL debita 82 cv e 94 Nm de binário. A fim de minimizar a ansiedade do condutor perante a possibilidade de ficar sem GPL, em alguns países europeus o modelo a GPL apresenta um depósito de 35 litros e um adicional, de 10 litros, para gasolina, que permite percorrer até 150 km depois de se acabar o GPL.
Os modelos normais da nova gama Picanto terão um nível de emissões de CO2 entre os 95 e os 105 g/km. O consumo situar-se-á entre os 4,2 e os 5,9 litros aos 100 km, contribuindo para custos de utilização mais baixos.
Quando dotados com a tecnologia economizadora de combustível Eco-Dynamics (ISG de arranque/paragem automático, comando avançado do alternador, motor de arranque aperfeiçoado e pneus de baixa resistência ao rolamento), as emissões são ainda mais reduzidas: para 90 a 100 g/km. Isso leva a que todos os modelos se qualifiquem para os incentivos fiscais baseados nas emissões, nos países onde estes existam, e melhorem os consumos para os 4,1 a 5,6 litros/100 km.
A transmissão de série para todos os motores do novo Picanto será uma caixa manual de 5 velocidades, podendo dispor-se em opção de uma caixa automática de 4 velocidades com o motor de 1,25 litros/85 cv. Equipado com transmissão automática, o novo Picanto regista um valor competitivo de consumo da ordem dos 5.3 l/100 km, e uma taxa de emissões de CO2 de 125 g/km.
O equipamento de segurança disponível incluirá um número de airbags que poderá ir até sete (com um novo airbag para os joelhos do condutor, a título opcional, nos modelos EXs), controlo electrónico de estabilidade, assistência ao arranque em subida e encostos de cabeça activos nos bancos dianteiros para protecção contra as lesões cervicais em caso de colisão traseira.
Para segurança adicional, o ESS (sinal de travagem de emergência) faz parte do equipamento de série na Europa. Os sensores detectam as travagens súbitas e acendem as luzes de travagem três vezes a fim de alertar os condutores que seguem atrás de que o carro está a diminuir rapidamente de velocidade.
A segurança dos peões foi também melhorada graças à montagem de uma nova barra transversal por baixo do pára-choques dianteiro, criando uma zona deformável à frente do pára-brisas e descentrando a chapa de testa do capot 50 mm em relação à linha central do automóvel.
Com tudo isto a Kia espera poder alcançar as 5 estrelas em futuros testes de colisão EuroNcap.


EM RESUMO:

Motores

1.25: 1248 cc, DOHC, quatro cil., duplo CVVT, 85 cv às 6000 rpm, 121 Nm às 4000 rpm.

Emissões a partir de 105 g/km (100 g/km quando equipado com ISG)

1.0 GPL: 998 cc, DOHC, três cil., duplo CVVT, 82 cv às 6400 rpm, 94 Nm às 3500 rpm. Emissões a partir de 95 g/km (90 g/km com ISG)
1.0: DOHC, três cil., duplo CVVT, 69 cv às 6200 rpm, 95 Nm às 3500 rpm. Emissões a partir de 99g/km (95 g/km com ISG)

Prestações, consumos e emissões (transmissão manual):


Velocidade máxima: de 153 a 171 km/h

Aceleração (0 a 100 km/h): de 11,4 a 14,4 segundos

Consumos médios sem ISG: de 4,2 l (1.0/69 cv) a 5,9 litros (de GPL)
Emissões sem ISG: de 95 a 125 g/km CO2

Suspensão, amortecedores e direcção:


Dianteira: Independente, MacPherson, molas helicoidais e amortecedores a gás. Barra estabilizadora.

Traseira: semi-independente de CTBA (eixo de torção acoplado) com molas helicoidais separadas e amortecedores de gás.

Direcção assistida eléctrica de pinhão e cremalheira com círculo mínimo de viragem de 9,8 metros.

Travões, jantes e pneus:


Servo-freio aumento de diâmetro de 9 polegadas, discos dianteiros ventilados, traseiros com tambor (modelos sem ESC) ou discos maciços (opcão, modelos com ESC).
Pneus de série: 165/60 R14
Opcionais: jantes liga leve com 165/60 R14 ou 175/50 R15
Sobressalente: kit de mobilidade ou roda provisória T105/70 D14 (consoante mercados)

DIMENSÕES:

Exterior: 3595/1595/1480 mm

Distância entre eixos: 2385 mm

Distância ao solo: 142 mm
Mala (VDA) 200 litros (atrás dos bancos traseiros e até à linha dos vidros), 870 litros (atrás dos bancos dianteiros e até ao tejadilho)

2 comentários:

  1. Couldnt agree more with that, very attractive article

    ResponderEliminar
  2. Já existe algum estudo relacionado com a segurança destes modelos que já trazem GPL de fábrica?

    ResponderEliminar