Header Ads

Técnica - Manutenção

Qual é a função do amortecedor?


Ao contrário do que geralmente se pensa, a função principal de um amortecedor não é assegurar o conforto. A tarefa mais importante do amortecedor é “empurrar” a roda contra a estrada, de modo a garantir a boa aderência do pneu. Como ele interfere na condução, que perigos existem quando perde capacidade e como descobrir quando um amortecedor está avariado é o que explicamos a seguir.

 (LER MAIS)

Recuperação de faróis desgastados ou amarelecidos pela acção do tempo

Em tempo de crise, a melhor forma de poupar é renovar em vez de substituir. Com a chegada do inverno existe uma preocupação acrescida com a qualidade de iluminação da viatura, porque escurece mais cedo, chove ou faz nevoeiro com maior frequência. Por isso, os faróis são mais solicitados e ao condutor é necessária maior atenção à estrada e à condução. Como nem sempre o problema está numa lâmpada fundida ou defeituosa, mas antes na idade ou mau estado da parte exterior do grupo óptico, existem produtos que ajudam a recuperar a qualidade do plástico e a devolver a transparência dos faróis opacos, com falta de brilho ou transparência. Uns para uso mais profissional, outros mais acessíveis ao consumidor comum e facilmente encontráveis em qualquer loja da especialidade. 

Airbag para peões da Volvo

Sete sensores e uma tecnologia avançada garantem a abertura, à velocidade da luz, de um airbag sobre a área do pára-brisas da nova Volvo V40. A almofada de ar insufla em milésimos de sendo mas a sua deflagração só acontece entre os 20 e os 50 km/h. Na Europa, 14 por cento das mortes resultantes de acidentes de viação são provocadas por atropelamento. Mas os atropelamentos provocam um número ainda mais elevado de feridos. Os ferimentos mais graves, na zona da cabeça, são causados pelo embate contra a área rígida do capot, bordo inferior do pára-brisas ou pilares em aço que sustentam este vidro.  Saiba como funciona este novo equipamento. (LER MAIS)

Funcionamento do Motor: Ciclo Miller

A propósito de uma versão mais potente e com melhor rendimento do Nissan Micra é abordado o motor de funcionamento de um motor a gasolina e explica-se, de uma forma simples e acessível, em que é que consiste o “ciclo Miller” e as diferenças para o "ciclo Otto".

Pneus novos com vinheta de informação energética, de segurança e de conforto

Tal como já acontece com os electrodomésticos, por exemplo, também os pneus novos passarão a dispor de uma vinheta energética colada na sua banda exterior. Esta informação, destinada ao consumidor final, passará a ser obrigatória, a partir de Novembro de 2012, para todos os pneumáticos novos comercializados no espaço da União Europeia. De foram ficam, para já, os pneus recauchutados, com pregos, “off road” e os destinados a clássicos ou veículos de duas rodas. Complementarmente a esta vinheta autocolante com as indicações básicas – eficiência energética, segurança e nível de ruído – mais informações terão que estar disponíveis no site do fabricante, em documentação de apoio (técnica e/ou comercial) e na factura de compra deste equipamento. Perceba o que transmite cada uma das informações da vinheta colada no pneu. 
(LER MAIS)

Condução económica: poupar na carteira ajuda a salvar o Planeta

Em tempo de "vacas magras", a sabedoria popular diz que "no poupar é que está o ganho". No caso dos automóveis essa tarefa revela-se bastante complicada. Embora não impossível! A melhor forma de poupar uns euros é mesmo... andar a pé, de transportes públicos ou então comprar uma bicicleta. Qualquer destas opções é não só mais saudável como mais económica. Ainda que nem sempre viável. Por isso, eis uma série de conselhos de poupança, do automóvel, da carteira e por causa de tudo isto, também do ambiente. 
(LER MAIS)


Algumas recomendações antes de iniciar uma grande deslocação de automóvel

O que fazer e o que se deve verificar num automóvel antes de nos metermos à estrada para uma grande viagem. Uma série de conselhos úteis sob a forma da divertida história da família Silva que, antes de «ir a banhos» para o Algarve, tem também que enfrentar o dilema de conseguir acondicionar muita coisa dentro do automóvel. Quais os níveis a aferir e que precauções básicas se devem tomar, com ilustrações e uma série de conselhos práticos, simples e acessíveis. Não se esqueça também do protector solar! Sim... esse! Para colocar no vidro do carro e proteger o tablier das agruras do sol. 
(LER MAIS)


PNEUS: Decisivos para a segurança

A maioria dos condutores «comuns», para quem um automóvel representa uma questão de atitude, uma mera necessidade de transporte profissional ou de lazer e pouco mais lhe interessa num veículo do que a sua resposta ao comando de ignição, descura não apenas a escolha como o estado e conservação dos seus pneumáticos. No entanto, estas duas questões — escolha e estado — influenciam directamente no conforto, nos consumos e na insonorização, por exemplo, já para não falar que podem representar a diferença entre ter um acidente ou conseguir evitá-lo! 
(LER MAIS)


SISTEMAS DE ESCAPE: Protecção do ambiente e não só

Servem para conduzir os gases resultantes do ciclo da combustão de gasolina ou gasóleo no interior do motor de um automóvel. No inicio, a preocupação era fazer diminuir o barulho, embora o seu papel e a sua importância actual seja decisiva para não piorar o ar que respiramos. O que talvez não saiba é que, por causa disso, determinados sistemas de escape, completos, chegam a custar mais de dois mil euros. 
(LER MAIS)

Filtro particulas de um motor diesel

De um modo geral, todos os novos motores diesel preparados para cumprir a actual norma ambiental europeia que regula as emissões poluentes automóveis designada “Euro 5” – incluem um filtro de partículas no seu sistema de escape (ver no texto anterior o seu modo de funcionamento).
Acontece que tal acessório, mesmo que não exija a manutenção periódica ou a sua substituição após um determinado período, obriga o condutor a manter alguns cuidados para o seu bom funcionamento. Principalmente nos casos em que a viatura é normalmente utilizada para curtas deslocações urbanas, muitas vezes até sem dar tempo para que o motor e o turbo aqueçam e atinjam a temperatura ideal de funcionamento. 
(LER MAIS)

Caixas de velocidades automáticas: EDC da Renault

O desenvolvimento de novos tipos de caixa de velocidade, com resposta mais rápida e capazes de permitir consumos moderados (o que não acontecia), tem feito crescer a sua aceitação em todos os segmentos do mercado automóvel.
Para isso muito contribuíram os avanços da electrónica, ao permitir uma gestão mais eficaz e adaptativa ao tipo de andamento imprimido pelo condutor em determinado momento. Mas também por uma nova mentalidade do consumidor, que vê nesta a forma mais fácil e mais cómoda de conduzir, sobretudo em cidade. 
(LER MAIS)