APRESENTAÇÃO: Dacia Lodgy. Em Portugal por menos de 15 mil euros. Todos os preços e versões.

O primeiro modelo monovolume da Dacia chega a Portugal a 21 de Setembro. Fiel ao espírito que norteia a marca “low cost” da Renault, o Lodgy tem 4,5 metros de comprimento, uma largura de 1,75m e dispõe de 5 ou 7 lugares. Com muito espaço a bordo e um conjunto de outras características destinadas às famílias que procuram um veículo versátil por um preço acessível, será comercializado, numa fase inicial, com duas motorizações: 1.5 dCi 90 e 1.5 dCi 110. Grande novidade é o motor a gasolina 1.2 TCe de 115 cv que virá, mais tarde, completar a gama. O preço de entrada da configuração de 7 lugares é de 14590 euros com este último motor que só chega em 2013.
A gama Dacia em Portugal contempla o Logan MPV ou Break (ver AQUI o resultado desse ensaio), igualmente com a possibilidade de 5 ou sete lugares.
Contudo, o Lodgy tem uma aparência mais próxima de um monovolume do segmento médio e, apesar de algumas semelhanças, a sua estrutura é distinta da do Renault Scénic.
Na configuração de 7 lugares, segundo as necessidades, o banco da terceira fila pode ser retirado ou reclinado até às costas dos bancos dianteiros. Nesta terceira fila é possível acomodarem-se dois adultos, uma vez que oferece uma das melhores quotas da categoria: 144 mm em termos de raio para os joelhos e 866 mm na altura para a cabeça.

Os três lugares da segunda fila de bancos estão equipados, de série, com o sistema Isofix destinado a cadeiras de bebé.
A bagageira do Lodgy está entre as maiores do segmento: até 1861 dm3 na configuração de 2 lugares, 634 dm3 na configuração de 5 lugares e 207 dm3 na configuração de 7 lugares.
O Lodgy propõe ainda 30 litros de espaços de arrumação, repartidos pelo habitáculo.



Novidade na gama Dacia, surge equipamento de conforto e auxílio à condução: limitador de velocidade, sistema de ajuda ao estacionamento traseiro e um sistema de ventilação/ar condicionado que difunde o ar em todas as filas de bancos, permitindo uma temperatura optimizada em todo o habitáculo.
Em termos de segurança, o Lodgy recebe o sistema ABS Continental com um repartidor electrónico de travagem (EBV) e assistência à travagem de emergência (EBA). Os discos ventilados à frente foram redimensionados passando de 259mm para 280mm.
O sistema de controlo de trajectória (ESC) está disponível em todas as versões e motorizações (excepto versão de entrada em gama).
A segurança passiva é assegurada, nos lugares dianteiros, por dois airbags condutor/passageiro, dois airbags laterais cabeça/tórax e cintos de segurança com limitadores de esforço e pré-tensores pirotécnicos no banco do condutor.
O Lodgy está também equipado com três pontos de fixação Isofix nos três lugares da segunda fila, o que representa uma estreia na família Dacia. Este sistema permite colocar, de forma fácil e em segurança, cadeiras de bébé.
O Lodgy apresenta também um excelente nível de segurança para a protecção dos peões. A dianteira e o capot foram especialmente concebidos e dimensionados para reduzir ao máximo os riscos de ferimentos dos membros inferiores.

Preços de todas as versões




Uma nova era

O Lodgy marca o arranque de uma nova geração de modelos da Dacia, de interior mais atraente e cuidado. Os materiais utilizados, o cuidado posto nos acabamentos e a ergonomia dos comandos são prova dessa evolução, podendo ainda ser equipado com avançados sistemas multimédia e de navegação.

O sistema MEDIA NAV oferece, por um preço imbatível – 430 € –, o rádio, a conexão para dispositivos musicais nómadas, a conectividade Bluetooth® e a navegação integrada com um ecrã táctil de 7 polegadas (18 cm).
O menu principal permite aceder a seis funções essenciais: rádio, média, telefone, mapa, navegação e regulações. Através das tomadas USB e jack é possível ligar o Ipod ou smartphones e pilotar a escolha das músicas no ecrã táctil ou através dos comandos no volante. A visualização das músicas é feita no ecrã do MEDIA NAV.
A navegação táctil e intuitiva dispõe de um grafismo 2D e Birdview (3D).


Motores

Contudo, aquilo que mais interessa é a renovada oferta de motorizações a gasolina e diesel.
Para começar, estará disponível o novo motor turbo de injecção directa, o TCe 115, que substitui a unidade 1.6, uma vez que é capaz de garantir prestações idênticas.
A importância deste motor mede-se pelo facto da sua cilindrada de 1,2 litros e o baixo teor de emissões gerar benefícios fiscais, ou seja, reduzir a carga fiscal que incide na altura da compra e sobre o Imposto Anual de Circulação.

Este motor, estreado nos novos Renault Scénic e Mégane, possui a mais recente tecnologia de motores a gasolina disponível no mercado, a injecção directa sobrealimentada (ver mais sobre este motor no texto de apresentação do novo Renault Mégane).
Um binário de 190 Nm, disponível a partir das 2000 rpm, assegura excelentes recuperações. Equipado com uma caixa de velocidades manual de cinco relações, apresenta um consumo de apenas 6,1l/100 km (ciclo misto), e emissões de CO2 de 140g/km na versão de 7 lugares.
A oferta a diesel está concentrada no bloco 1.5 dCi, amplamente reconhecido pela fiabilidade e performances. As versões dCi 90 e dCi 110 disponíveis no Lodgy recebem a assinatura Dacia eco², garantia de reduzidos consumos e emissões de CO2.
Com 200 Nm na versão de 90 cv e 240 Nm na versão de 110 cv, o motor 1.5 dCi apresenta dos melhores níveis de consumo do seu segmento: respectivamente 4,2l/100km (109g/km de CO2) e 4,4l/100km (116g/km de CO2) em ciclo misto.
A primeira versão dispõe de uma caixa de velocidades manual de cinco relações, enquanto a segunda é proposta com uma caixa de velocidades manual de seis relações.


Garantias, manutenção e origem do nome

A designação Lodgy deriva da palavra inglesa “Lodge”. Este Dacia será comercializado em alguns mercados com a marca do losango estampada na chapa.
Tal como todos os produtos da família Dacia, o Lodgy garante custos de manutenção e de utilização particularmente competitivos, graças ao prolongamento dos intervalos de mudança de óleo, da mudança das pastilhas de travão e dos pneus. A substituição do filtro de ar efectua-se aos 80.000 km (ou de 4/4 anos) e a do filtro de gasóleo aos 60.000 km.
O Lodgy beneficia de uma garantia de 3 anos ou 100.000 km.
Em Portugal, o Lodgy ajudará seguramente a marca romena a cimentar ainda mais a sua posição no mercado, cujo crescimento, em 2011, quase fez duplicar a suas vendas no nosso País.


1 comentário:

  1. este modelo da Dacia falhou bastante a nível da segurança

    ResponderEliminar