APRESENTAÇÃO: Dacia Duster (MY 2014). Preços. Características.

Ganhou um design exterior mais personalizado, renovou o interior, introduziu um novo motor e adquiriu mais equipamento. Mas continua a oscilar entre um SUV compacto e um pequeno “todo-o-terreno”, mantendo intactas as qualidades de versatilidade e as competências, dentro e fora de estrada, que já oferecia. Além de passar a contar de série (consoante a versão) com controlo electrónico de estabilidade (ESP), interiormente, o destaque vai para a renovada consola central que passa a incluir o sistema de navegação Dacia MEDIA NAV e deixa de ter os comandos de abertura eléctrica dos vidros dianteiros. Entre as propostas de motor mantém-se o diesel 1.5 dCi de 90 cv ou de 110 cv e o motor GPL 1,6l 16v com 105 cv. Novo é o motor a gasolina - 1.2 TCe com 125 cv - que permite preços a partir de 14.990 euros.

Com o Duster a Dacia completa a renovação da sua gama. Lançado em 2010, o modelo conquistou mais de 450 mil clientes em três anos.
Na nova face dianteira destaque para uma redesenhada grelha com nova entrada de ar, que inclui dois elementos cromados e uma generosa entrada de ar. Juntamente com novas ópticas duplas que integram as luzes diurnas, novas barras de tejadilho com assinatura “Duster” e jantes especiais de 16 polegadas equipadas com pneus “Mud and Snow”, estas alterações realçam o carácter do Dacia Duster e as suas capacidades fora de estrada.
Na traseira, as ópticas, uma ponteira de escape cromada e um novo lettering “4WD” nas versões 4x4 fazem eco do novo estilo da dianteira.

Um interior profundamente renovado

Mas é no habitáculo que se situa a principal evolução do novo Dacia Duster face à geração anterior.
Ensaios ao anterior modelo encontram-se aqui: Duster 1.5dCi 4x2 e Duster 1.5 dCi 4x4
O aumento da insonorização a bordo foi alcançado graças à redução dos ruídos provenientes do rolamento, do ruído do motor e de ruídos aerodinâmicos. Assim, a 130 km/h o nível de ruído no novo Dacia Duster é equivalente ao que se registava a 90 km/h na anterior geração.
O painel de instrumentos foi inteiramente redesenhado, existe uma nova consola central, novas cores, mais escuras, sublinham um carácter mais robusto e próprio de um todo-o-terreno e o redesenho e reforço dos bancos e das costas do banco traseiro aumentam os níveis de conforto. Neste último aspecto, o novo Dacia Duster propõe três combinações possíveis de estofos, incluindo uma em couro.
Na nova consola central o destaque vais para a inclusão de novas possibilidades multimédia e para o abandono dos comandos dos vidros eléctricos que passam agora a situar-se nas portas (à frente e atrás), com função impulso no lado do condutor.
Com um interior mais espaçoso, a capacidade da sua mala cresceu para 475 litros, sendo capaz de transportar objectos até 2,70mts de comprimento (com o banco traseiro rebatido). Existem ainda espaços de arrumação adicionais com 3,3 litros de capacidade.
Também na disponibilidade de mais equipamento o renovado Duster difere do anterior. O multimédia chegou e logo com duas ofertas distintas:
- Dacia MEDIA NAV, um sistema multimédia e de navegação muito fácil e intuitivo, com ecrã táctil de 7 polegadas (18cm). A partir de uma página inicial é permitida a selecção intuitiva e fácil das 6 funcionalidades do sistema. O Dacia MEDIA NAV inclui a tecnologia Bluetooth e o sistema de navegação com visualização 2D e 3D (birdview). A porta USB e a ligação áudio por jack estão instaladas no painel central, para facilitar a ligação de dispositivos móveis pessoais.
- Dacia Plug&Radio, sistema multimédia simples e eficaz que inclui o rádio com leitor de CD compatível com a leitura de formatos MP3, ligação Bluetooth, porta USB e a ligação áudio por jack.
Mas para corresponder as expectativas mais elevadas do que aquelas que tinham os clientes iniciais do Duster, a Dacia passou a disponibilizar equipamentos como um regulador/limitador de velocidade, sensores de estacionamento traseiros e um termómetro de temperatura exterior.
Quanto ao primeiro, a sua activação é feita a partir de um comando localizado na consola central, enquanto a regulação da velocidade se encontra no volante.

Lista completa de preços para Portugal (2014)


Novo motor a gasolina, versões diesel e GPL

O novo Dacia Duster recebe o motor TCe a gasolina do Grupo Renault. Trata-se de uma unidade de 4 cilindros com turbo e injecção directa, que oferece um desempenho equivalente a um motor atmosférico de 1,8l.
Mais leve e compacto, o bloco TCe 125 é, ao mesmo tempo, potente e económico. O consumo em ciclo misto é de apenas 6,3l/100km. Além disso, a corrente de distribuição não carece de manutenção ou substituição ao longo de toda a vida do motor.
Este motor está acoplado a uma caixa manual de seis relações e está disponível na versão de duas rodas motrizes no novo Dacia Duster. As suas emissões de CO2 são de 145g/km.
O binário máximo de 205Nm está integralmente disponível entre as 2000 e as 3000 rpm, permitindo uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 9,6 segundos.
Ainda a gasolina, em comercialização mantém-se o motor 1.6 de 16v e 105cv com modo de funcionamento também a GPL. Esta versão bi-fuel proporciona uma redução dos custos de utilização e menores emissões de CO2.
O condutor que escolhe o combustível que quer utilizar através de um simples botão situado no painel de bordo. Em ciclo misto, o consumo deste motor é de 7,2l/100km a gasolina e de 9,0l/100km para o GPL e as emissões de CO2 são respectivamente de 165 e 145g/km.
A versão bi-fuel estará disponível, no Novo Duster, nas versões de duas rodas motrizes e com uma caixa manual de cinco velocidades.
A gasóleo continua o motor 1.5 dCi com 90 cv ou 110 cv, aliado sempre a uma caixa manual de seis velocidades.
O 1.5 dCi de 90 cv está disponível nas versões 4X2 com um consumo, em ciclo combinado, de 4,7l/100km e emissões de CO2 de apenas 123g/km.
O motor de 110 cv tem um consumo de 4,8l e emissões de CO2 de 127g/km, nas versões 4X2. Nas versões de tracção integral os consumos são de 5,1l/100km e as emissões de 135g/km.
A transmissão conserva também uma primeira relação mais curta para permitir uma resposta suave e fluída, a baixa velocidade, em terrenos acidentados, uma melhor capacidade de arranque em declives acentuados e capacidade de retenção em descidas íngremes.
Para ajudar a reduzir os consumos, uma função “Eco mode” ajuda o condutor a optimizar o seu consumo de combustível. Quando activado, o sistema aplica algumas modificações específicas que limitam a performance do motor e o conforto térmico, dentro de limites razoáveis para o condutor e passageiros.
O modo Eco pode reduzir até 10% o consumo de combustível e as emissões de CO2, dependendo do estilo de condução e das condições da estrada.
Também um indicador de mudança de velocidade (GSI) informa, através de um testemunho visual, qual o regime ideal para engrenar uma nova velocidade de forma a reduzir o consumo de combustível.
No final do texto encontra-se uma tabela com todas as características mecânicas da nova geração Duster.

Novos equipamentos de segurança

O controlo de estabilidade (ESP) é agora de série no novo Dacia Duster.
Também de série surge o Sistema de Assistência à Travagem de Urgência (EBA) associado ao sistema ABS.
Para aumentar o nível de segurança dos seus passageiros, vem equipado, de série, com 2 airbags laterais cabeça/tórax e pré-tensores dos cintos de segurança para os lugares dianteiros.
Dispõe também de um sistema de alerta, visual e sonoro, de não colocação do cinto de segurança para condutor e passageiro.
Os bancos traseiros estão equipados com sistema de fixação Isofix para a simples e eficaz fixação das cadeiras de bebé.

E fora do alcatrão?

Dimensões compactas (4,31 m de comprimento por 2 m de largura) tornam o Duster bastante ágil. Com a posição de condução elevada, os condutores tem uma excelente visibilidade que lhes permite antecipar qualquer obstáculo.
Equipado com toda a experiência da Nissan na concepção de automóveis 4X4, as capacidades da versão de quatro rodas motrizes cresceram graças ao reforço de todas as protecções inferiores do chassis, a uma distância ao solo de 210mm que permite enfrentar terrenos desnivelados e a ângulos de ataque de um verdadeiro todo-o-terreno.
O ângulo de aproximação de aproximação é de 29.3ᵒ, o ângulo ventral de 23ᵒ e um ângulo de saída de 34.9ᵒ
Através de um comando situado na consola central, o condutor pode adequar as capacidades do Dacia Duster às condições dos terrenos que tem pela frente:
- Modo “4X2”: a transmissão é bloqueada às rodas dianteiras motrizes. É o modo em que o Dacia Duster é mais económico e o mais apropriado para estradas com bom piso e bom nível de aderência.
- Modo “Auto”: o binário é distribuído automaticamente entre o eixo dianteiro e traseiro, de acordo com as condições de aderência, podendo atingir um valor máximo de 50% sobre o eixo traseiro.
- Modo “Lock”: o sistema bloqueia electronicamente a transmissão para quatro rodas motrizes, transferindo 50% do binário, de forma permanente, para o eixo traseiro. Este modo é recomendado para utilização a baixas velocidades, em terrenos acidentados ou de baixa aderência, como neve, lama, gravilha ou areia.
Todos os modelos da Dacia possuem uma garantia de fábrica de três anos ou 100 mil km.


-->


Sem comentários:

Enviar um comentário

Enviar um comentário