Header Ads

ANÁLISE: Vendas automóveis ultrapassam valores de todo o ano de 2013. Peugeot é líder em Setembro


- Vendas automóveis ultrapassaram valores de 2013

- A Peugeot foi a marca mais vendida no mês

- Renault conserva-se líder do mercado entre Janeiro a Setembro

- Mercado continua a crescer mas abrandou o ritmo

- Há duas marcas que já venderam o dobro do ano passado

Quase todas as marcas presentes em Portugal estão a vender mais do que em 2013.

O que não é estranho com o mercado de viaturas de ligeiros com um ritmo de crescimento perto dos 40 por cento (até Setembro 38,3 por cento, de 90.346 para 124.970), percentualmente dos mais elevados do espaço europeu.

Parte desse crescimento foi bem aproveitado por uma marca com uma gama de modelos jovem e que tem vindo a fazer uma aposta comercial bastante forte no nosso mercado. A Peugeot está recolher os frutos dessa estratégia, sendo a marca que mais vendeu em Setembro.

Este foi um dos raros meses em que o lugar mais alto do pódio não coube à Renault, apesar de, no cômputo global do ano, a marca francesa permanecer líder destacada da tabela de vendas.

Vendas ultrapassam a totalidade de 2013

Aguardado com alguma expectativa, o mês de Setembro consumou finalmente o que já se esperava. Em nove meses foram vendidos em Portugal mais veículos do que nos doze meses de 2013.

Apesar disso, Setembro não foi o melhor mês do ano em termos de vendas. Esse prémio continua a pertencer a Junho com 17.993 unidades vendidas.

Com o mercado a crescer consecutivamente há mais de um ano – acompanhando a tendência europeia, apesar de, percentualmente, o crescimento português ser seis ou sete vezes maior do que a média da totalidade dos países – algumas marcas têm aproveitado para conquistar quota de mercado - casos da Nissan, Seat e Kia, por exemplo - um pouco à custa de outras que, apesar de estarem a vender mais unidades do que em 2013, não conseguem acompanhar a subida percentual registada desde o início do ano. Entre as de maior volume, é isso que está a acontecer com a VW, BMW, Opel, Fiat e Audi, por exemplo.

Confirmada está a boa aceitação que marcas jovens como a Dacia estão a ter, sendo que a marca romena já duplicou as vendas registadas em 2013.

Embora com um volume de vendas menos significativo, outra marca que tem vindo a obter crescimentos acima dos 100 por cento é a Lexus.

A importância que o mercado de comerciais ligeiros tem para algumas marcas está bem patente no facto de ter permitido à Citroën consolidar a quinta posição do raking, graças exactamente ao facto de 73 por cento das suas vendas de Setembro estarem concentradas no mercado de comerciais.


-->

Sem comentários