Header Ads

Faça uma condução eficiente para gozar uma Páscoa mais Feliz e económica

Sabe o que é uma condução eficiente? Não, não é apenas poupar combustível. É economizar em todos os aspectos da condução. Nos consumos, nas multas e nos estragos que uma travagem ou uma curva mal calculadas podem provocar. Incluindo nos ovos de chocolate e nas amêndoas que transporta para oferecer nesta altura do ano

Uma condução mais eficiente é, antes de mais, capacidade de antecipação. O que isto significa? Em primeiro lugar, antecipar as necessidades que o condutor, ocupantes e o próprio veículo podem ter durante a viagem.

Antes de se fazer à estrada, investigue se o pneu suplente tem ar suficiente (caso o seu carro seja dos que ainda tem) e se a pressão dos restantes está correcta. Vai poupar pneus, combustível e garantir uma travagem mais equilibrada.

Inspeccione os níveis dos líquidos do limpa pára-brisas, do sistema de refrigeração do carro e do lubrificante do motor, bem como se todas as luzes da viatura estão a funcionar correctamente. Não sabe fazer alguma destas coisas? Não tenha receio de pedir ajuda. Garanto-lhe que, se num lugar ermo e a horas impróprias a viatura avariar por não ter tomado uma destas precauções básicas, vai arrepender-se amargamente, enquanto espera a chegada da assistência em viagem.

Mesmo assim, AQUI vai encontrar algumas explicações simples de como o fazer.

Segundo conselho: se está a pensar em começar a viagem a uma determinada hora, faça cálculos para sair meia hora mais cedo. Mais. Avise toda a família dessa intenção. Partir atrasado é meio caminho para aumentar os níveis de ansiedade de qualquer condutor.

Tenha a certeza do caminho a tomar e não hesite em ir por uma auto-estrada se a alternativa forem estradas nacionais com grande probabilidade de engarrafamentos demorados. Não quer gastar em portagens. Pois! Mas meia-hora que seja em "pára-arranca", de certeza vai sair-lhe mais caro em combustível e no desgaste da viatura.

Abasteça-se de água para a viagem e preveja as paragens que deve obrigatoriamente fazer, pelo menos, de duas em duas horas. Lembre-se: 5 minutos para esticar as pernas e arejar a cabeça podem salvá-lo a si e à sua família.

Hã! E se leva crianças não se esqueça de lhes perguntar se têm mesmo a certeza de que não querem fazer xi-xi. O mais provável é lembrarem-se disso exactamente no sitio onde não vai poder parar o carro.

Não caia na tentação de bater recordes de tempo. Se quiser ter alguma coisa para se entreter durante a viagem, ao menos faça-o com alguma utilidade. Por exemplo, poupando na carteira.

Isso não significa conduzir a “pisar ovos”. Mesmo que sejam de chocolate ou amêndoas da Páscoa! VEJA AQUI um conjunto de ideias que, no geral, vão ajudá-lo a poupar na utilização do automóvel.

Uma condução eficiente consegue-se mantendo uma velocidade estável, evitando acelerações bruscas. Principalmente as que, pouco tempo depois, obrigam a travagens acentuadas. Seja inteligente: se está a chegar a um cruzamento, uma rotunda ou tem um semáforo vermelho a poucas centenas de metros, qual a necessidade de carregar no pedal do acelerador se vai obrigatoriamente ter de reduzir a velocidade ou imobilizar a viatura?

Isto leva-nos a outro ponto: multas e acidentes. Condução eficiente é também evitar qualquer uma destas situações. A primeira, cumprindo as regras de trânsito e não apenas as que respeitam à velocidade. Já sabe como passou a ser obrigatório circular nas rotundas? Se não sabe veja AQUI. Ou que se sujeita a uma coima de 300 euros se conduzir sem motivo na faixa central ou da esquerda, excepto se for para fazer uma ultrapassagem? E, mais uma vez, vale a regra da antecipação para efetuar uma ultrapassagem com toda a segurança.

Se quer saber onde seguramente vão existir controlos de velocidade por estes dias, visite a página do Facebook da PSP: www.facebook.com/policiasegurancapublica. Além de uma série de recomendações úteis, vai encontrar a localização de algumas, repito, algumas acções de fiscalização de velocidade. Mas não se esqueça que a falta de cinto, o álcool ou o uso do telemóvel sem auricular também sujeitam a multa grave. E, caramba! Quer mesmo arriscar a pagar 120 a 600 euros de coima, quando um auricular custa meia dúzia de euros?

Atenção ainda às crianças e à forma como elas são transportadas. Ao acondicionamento da carga, evitando o perigo de se deslocar durante travagem brusca.

Para o final, a recomendação mais importante: tenha uma Páscoa Feliz. Quando regressar, que os únicos estragos que tenha com que se preocupar sejam os doces e as iguarias que contribuíram para tornar a sua imagem, digamos, menos eficiente... Se também podia ter antecipado isso? Podia. Mas a Páscoa não seria, de certeza, a mesma coisa...


Sem comentários