APRESENTAÇÃO: SEAT Leon ST. Preços e características.

Apesar da imagem desportiva, em grande parte fruto da presença no WTCC, o Seat Leon é essencialmente um carro familiar equipado com uma gama de motores equilibrada e eficiente. A transmissão destes valores e características foi uma das prioridades no desenvolvimento do novo Leon ST, a primeira vez que o modelo recebe esta forma de carroçaria, além das habituais de 3 e 5 portas. Com mais 27 cm e 45 kg a mais do que o modelo de 5 portas, a versão carrinha oferece uma bagageira com 587 litros de capacidade, 207 litros mais do que o Leon de 5 portas. Dotado de motores TDI e TSI, de 1.2 a 2.0 litros de cilindrada e de 86 CV até 184 CV de potência, com injecção directa e sobrealimentação, a tabela de preços começa nos 23 mil euros.

A capacidade da mala coloca o Seat Leon ST entre as carrinhas com maior amplitude de carga. Em complemento, o Leon ST apresenta uma longa lista de soluções práticas que aumentam a flexibilidade da área de carga: os encostos dos bancos traseiros rebatem-se com muita facilidade, existe uma abertura central no encosto do banco traseiro destinada a objectos mais longos, a mala contém um fundo duplo para acomodar melhor os objectos mais pequenos ou facilitar as operações de carga e descarga, existem as tradicionais pegas para suporte de sacos bem como uma tomada de 12 V e algumas versões oferecem a possibilitar de rebater o encosto do banco do passageiro da frente, de forma a poder transportar-se objectos com maior comprimento.
Além da componente estética e funcional, outra das alterações incidiu sobre a afinação da suspensão, necessária para conciliar as novas dimensões e exigências de carga com o necessário conforto e agilidade desta nova carrinha.
Apesar do maior peso e dimensão, a Seat procurou preservar os valores de referência no consumo de combustível, graças a um trabalho de optimização do design do veículo. O traço esculpido e a tensão das linhas manteve vitalidade, reforçada pelo ligeiro arquear traseiro do tejadilho que desce até um portão traseiro de formas límpidas e bastante fluídas.
Na parte traseira destaca-se a ampla superfície vidrada e os grupos ópticos traseiros em LED (na dianteira existem também faróis integrais de LED), numa combinação que acentua a elegância do modelo.


Gama de motores sem alterações

Sem apresentar novidades quanto a motores, a oferta a gasolina engloba duas variantes do propulsor 1.2 TSI, com 86 ou 105 cv. Equipado com o sistema Start/Stop e a função de recuperação de energia, o motor de 105 cv reclama um consumo de apenas 4,9 litros aos 100 km e emissões de 114 g/km.
Igualmente a gasolina, os modernos 1.4 TSI desenvolvem 122 ou 140 cv e consomem apenas 5,3 litros aos 100 km.
O exponente máximo da oferta a gasolina é o propulsor 1.8 TSI, que desenvolve 180 cv de potência e 250 Nm de binário.
A gama de propulsores diesel apresenta potências que vão desde os 90 aos 184 cv. 
O primeiro é o conhecido e bastante procurado motor 1.6 TDI CR com 90 cv e um binário de 230 Nm. Segue-se o 2.0 TDI CR com 150 cv e 320 Nm de binário, com um consumo ponderado de apenas 4,1 litros aos 100 quilómetros e emissões de 106 g/km de CO2 graças à utilização do sistema Start/Stop e à função de recuperação de energia.
Mais potente, o propulsor 2.0 TDI CR de 184 CV de potência e 380 Nm de binário apresenta um consumo misto de apenas 4,3 litros e emissões de 112 g/km de CO2, estando disponível exclusivamente na versão FR.
No final do texto encontram-se tabelas mais pormenorizadas com todas as características técnicas destes motores.
Segue-se a gama de preços e equipamento por versão:






Controlo de Chassis Adaptativo DCC e Cruise Control Adaptativo ACC

A versão FR surge equipada com controlo de chassis adaptativo DCC com três modos distintos de condução que se podem escolher mediante o SEAT Drive Profile. O Leon ST é ainda mais ágil no modo“Sport” e sensivelmente mais confortável no modo “Confort”, que se pode escolher desde as posições “Eco” ou “Individual”.
O Pacote Dinâmico opcional inclui DCC e direcção progressiva que, em função da velocidade do automóvel, para facilitar as manobras de estacionamento e permitir uma condução mais intensa por estradas mais sinuosas.
O SEAT Leon ST estreia o Cruise Control Adaptativo ACC no pacote de sistemas de assistência ao condutor. Este sistema utiliza sinais de radar para manter a velocidade desejada a uma distância de segurança predeterminada, acelerando e desacelerando o veículo de modo automático dependendo do trânsito. Pode estabelecer-se uma velocidade de cruzeiro entre 30 e 160 km/h. O controlo inteligente de velocidade ACC pode usar-se de forma indistinta com uma caixa de velocidade manual ou DSG.

Avançados sistemas de assistência ao condutor e infoentretenimento

A exemplo da restante gama, o novo Leon ST apresenta uma longa lista de equipamentos de assistência ao condutor, que inclui um travão multi-colisão de série, detector de fadiga, assistente de máximos e assistente de faixa de rodagem.
Incluiu também uma gama completa e actualizada de sistemas de infoentretenimento no novo Leon ST.
O equipamento base incluiu o sistema operativo SEAT Easy Connect, que controla as funções de entretenimento e comunicações, assim como um grande número de funciones do veículo através de um ecrã táctil de até 5,8 polegadas situado no tablier.
Ver mais sobre o equipamento disponível no TEXTO DE APRESENTAÇÃO do Seat Leon (MY 2013)
ESTE É O RESULTADO DO ENSAIO à versão de 5 portas equipada com o motor 1.6 TDI

-->

1 comentário:

  1. Seria bom imagens com mais qualidade nos gráficos. O quadro da gama de preços e equipamento por versão está totalmente ilegível.

    ResponderEliminar