Header Ads

Café ajuda a manter a concentração durante a condução?

Uma investigação internacional concluiu que a ingestão de café aumenta o estado de alerta do condutor e diminui a sonolência. O estudo envolveu 24 condutores voluntários, saudáveis e em perfeitas condições de descanso, numa simulação que recriou as condições de condução em auto-estrada.
Portugal continua a ser o país da União Europeia com a taxa mais elevada de mortalidade rodoviária. Por ano, ocorrem cerca de 1100 mortes provocadas por acidentes de viação, ou seja, praticamente 3 por dia.
Em termos mundiais, o número de mortos por acidente de viação é superior ao do que o tumor maligno mais frequente, o cancro do pulmão.
Recentemente, um estudo apurou que um dos factores que mais contribui para os acidentes de viação é o cansaço/falta de atenção, responsável por 16% dos desastres. É mesmo a principal causa de acidente, mais ainda do que o álcool ou o excesso de velocidade.

Desvios que um só café pode evitar


Neste estudo, os investigadores concluíram que após duas horas de condução monótona, como acontece nas auto-estradas, o consumo de uma chávena de café (aproximadamente 80 mg de cafeína) é suficiente para registar efeitos positivos no desempenho rodoviário dos condutores analisados.
Para chegar a esta conclusão, os investigadores estudaram, antes e depois da ingestão do café, parâmetros como o desvio lateral do veículo dentro da mesma faixa de rodagem, a variação de velocidade, a sonolência subjectiva e a performance geral da condução.
Sendo a cafeína um estimulante natural, o seu mecanismo de acção potencia o estado de alerta. Nesse sentido, é natural que o consumo de café ajude a aumentar o estado de vigília, essencial para uma condução segura.

Sem comentários