Header Ads

Sonangol Africa Eco Race 2013: Pilotos portugueses no top ten

Após vencer a quarta etapa do Sonangol Africa Eco Race 2013, a piloto portuguesa Elisabete Jacinto voltou a ser a segunda mais rápida, entre os camiões, esta quarta-feira. À beira de cumprir o primeiro dia de descanso da prova africana, a equipa Oleoban/MAN Portugal está na vice-liderança dos camiões - com uma vantagem superior a uma hora para o terceiro classificado - e no oitavo lugar da classificação conjunta. A equipa russa da Kamaz continua à frente da categoria com uma vantagem de 30 minutos sobre Elisabete Jacinto e o primeiro lugar da geral continua ocupado pelo conhecido piloto francês Jean Louis Schlesser com o seu Buggy. A outra equipa portuguesa presente na prova - Paulo Rui Ferreira e Jorge Monteiro em Nissan Navara – está na quinta posição entre os automóveis e no 6ª lugar da classificação geral conjunta. No final do texto está um vídeo protagonizado por Elisabete Jacinto que prova a camaradagem existente neste exigente rali africano.

Cumpridas que estão cinco etapas, e após terem sido percorridos 2755 quilómetros, os pilotos e equipas de assistência têm direito a um dia de descanso antes de os pilotos enfrentarem “os duros terrenos da Mauritânia”, como os classifica a piloto portuguesa.
Neste território decorrerão mais quatro especiais antes das derradeiras etapas do Senegal, País onde a prova termina, dia 9 de Janeiro, junto do mítico Lago Rosa em Dakar.
A outra equipa portuguesa presente nesta prova que repete os trilhos do antigo Dakar é o “PRF Racing Team”. Provenientes de Leiria, partiram para a edição 2013 da Africa Eco Race 2013 valendo-se da robustez e fiabilidade de uma Nissan Navara Off Road. Depois de terminar a quinta etapa em 11º lugar conjunto e em 9º entre os automóveis, a apenas a 23 minutos do vencedor da etapa, a dupla Paulo Rui Ferreira e Jorge Monteiro está nesta altura na 6ª posição da classificação geral conjunta.

Espírito de entreajuda

Entusiasmada com o seu próprio andamento e depois de ter conseguido ultrapassar o líder da prova, Elisabete Jacinto não conseguiu impedir o seu camião MAN de ficar tombado sobre uma duna.
Apenas sobre duas rodas teve que ser ajudada pelo seu adversário mais directo que tinha acabado de ultrapassar. Graças a isso a equipa Oleoban/MAN Portugal pode voltar aos trilhos e vencer a quarta etapa, provando também a camaradagem existente neste exigente rali africano.


Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Sem comentários