Header Ads

APRESENTAÇÃO: Renault Scénic e Grand Scénic. Renault Scénic XMOD (MY 2014). Preços e características.

A evolução da gama Scénic e Renault Scénic passou pela renovação dianteira, introdução de novo equipamento e revisão das motorizações. A grande novidade é, contudo, o surgimento do Scénic XMOD com uma imagem claramente inspirada nos Crossover. Além do asfalto, ambiente natural de qualquer monovolume, o XMOD é capaz de proporcionar também alguma aventura fora de estrada, graças à maior altura ao solo, protecções da carroçaria mas também de uma outra novidade: o "Extended Grip", um novo sistema avançado de controlo de tracção capaz de permitir ao automóvel uma maior aderência em conduções difíceis de neve, lama ou areia. No interior mantém-se o ecrã TFP parametrizável, mas o sistema multimédia R-Link faz a sua entrada na família do Renault Scénic e, além do ecrã táctil, passa a poder ser também comandado por um joystick. Disponível com a nova gama de motores diesel Energy dCi 110 e Energy dCi 130, mas também os blocos a gasolina Energy TCe 115 e Energy TCe 130, o novo Renault Scénic é comercializado a partir de 25.600 euros (1.2 TCe 130), o Grande Scénic a partir de 28.900 euros (1.5 dCi 110) e, quanto ao XMOD, está disponível a partir dos 24.650 euros.

Depois do Renault Captur, o construtor gaulês anuncia agora o Renault Scénic XMOD.
Com um design desportivo e um aspecto que inspira maior robustez, o XMOD alia o estilo de um crossover ao universo dos monovolumes. Com características típicas deste género de veículos, além de uma maior altura ao solo (mais 30 mm face ao Scénic mais "clássico") e jantes em liga leve específicas, estão presentes os pára-choques dianteiro e traseiro específicos, protecções inferiores da carroçaria e barras de tejadilho cromadas.
Tudo isto acompanhado, tal como nos renovados Scénic e Grand Scénic, por uma nova face dianteira onde a nova identidade de design da Renault surge de modo mais expressivo, acompanhando faróis LED com uma assinatura luminosa exclusiva.
Todos os preços e as características mais importantes encontram-se no final do texto.

Novo e avançado sistema de controlo de tracção para o XMOD

Aquilo que realmente distingue a versão XMOD do Scénic é, sem dúvida, o novo dispositivo “Extended Grip”. Este avançado sistema de controlo de tracção para uma melhor aderência em conduções difíceis, tem activação manual através de um comando localizado na consola central.
Quando ligado, o condutor pode escolher três diferentes modos de assistência: no modo “expert”, o dispositivo faz a gestão do sistema de travagem, deixando ao condutor a gestão total do controle do binário do motor; o modo “estrada” corresponde às regulações clássicas de um sistema anti-patinagem e liga-se automaticamente quando a velocidade atinge os 40km/h; o modo “solo escorregadio” optimiza os controlos dos travões e do binário do motor, em função das condições de aderência.

Gama de motores mais enérgica mas amiga do ambiente

Todos os motores da gama ENERGY têm uma filosofia comum: reduzir de forma drástica os consumos de combustível, as emissões de CO2 e o custo de utilização sem qualquer diminuição do prazer de condução e mantendo uma fiabilidade exemplar.
Tal como o Renault Scénic XMOD, os Novos Scénic e Grand Scénic irão dispor das 3 mais recentes motorizações da gama Energy e, em particular, o novo Energy TCe 130, que faz a sua estreia, com um nível de consumos 15% inferior ao do anterior TCe 130, ou seja, uma diminuição de mais de 1 litro/100 km em ciclo misto.
Com 130 cv e 320 Nm de binário, o motor 1.6 Diesel no novo Scénic XMOD reivindica um consumo de 4,5 l/100 km em ciclo misto e emissões de CO2 de apenas 116 g/km.
O motor Energy dCi 110 é uma metamorfose do motor 1.5 dCi, o best-seller da Renault. Com 110 cavalos e 260 Nm de binário disponíveis às 1750 rpm, este bloco reivindica os custos de utilização mais baixos do mercado e, no XMOD, apresenta consumos e emissões de CO2 de 4,1 l/100 km e 105g/km, respectivamente.
Por fim, duas possibilidades a gasolina: o motor TCe 130 que se caracterizando-se pelo silêncio e prazer de condução, independentemente dos regimes. Com 1198 cc, oferece 130 cavalos e 205 Nm de binário às 5.500 rpm. Com este motor capaz de proporcionar excelentes recuperações e acelerações, o XMOD revela um consumo de 6,2 l/100 km em ciclo misto e emissões de CO2 de 145 g / km.
Apenas no XMOD surge também uma variante menos potente deste motor, o Energy TCe 115, o primeiro bloco a gasolina da Renault de injecção directa sobrealimentada. Com 1197 cc, debita uma potência de 115 cv e apresenta um binário máximo de 190 Nm. Reivindica consumos de 5.9 l/100km em ciclo misto e, quanto a emissões de CO2, elas são de 140 g / km.
Todos os motores, excepto quando equipados com transmissão automática, possuem sistema start/stop.

Interiores conservam virtudes e acrescentam equipamento

No interior, o Scénic propõe um verdadeiro cockpit para o condutor, com uma consola central fixa onde são integradas diversas funções como o comando do “Extended Grip” (no XMOD) e o joystick multi-direccional para comando do interface multimédia.
Este último é comum a todas as versões Scénic e Grand Scénic que recebam o sistema multimédia táctil e o sistema de conexão Renault R-Link, visível no ecrã TFT localizado ao lado do painel digital com as informações da condução.
Entre o equipamento, destaque para o incontornável sistema de som Bose Edition (com entrada USB), o exclusivo “Visio System”, o painel de instrumentos digital com ecrã colorido multifunções com tecnologia TFT, o sistema de auxílio ao estacionamento com câmara traseira, o ar condicionado automático com regulação «bi-zona», o sistema de ajuda ao arranque em subida, entre outros.
O Scénic, incluindo a versão XMOD, conserva também os pontos fortes que contribuíram para tornar o Scénic referência no segmento dos monovolumes compactos. A bagageira tem uma capacidade que oscila entre os 470 e os 555 litros, mas com o rebatimento total, a capacidade aumenta para 1.870 litros. E 71 litros de capacidade suplementar estão repartidos em diversos locais no interior do habitáculo.
Com uma modularidade simples, rápida e eficaz, mantém cinco bancos independentes, rebatíveis e removíveis oferecendo, por isso, inúmeras configurações para os passageiros.

Grand Scénic: viajante de eleição

O Renault Grand Scénic merece um tratamento um pouco mais detalhado. Os passageiros beneficiam de várias características diferenciadoras em termos de conforto, como o maior espaço para os joelhos e a melhor habitabilidade na terceira fila de bancos do segmento, vários locais para arrumos (num total de 92 litros), modularidade e uma capacidade de mala que vai dos 564 aos 762 litros, Embora, com as três filas de bancos operacionais, essa capacidade fique reduzida a 208 litros. No caso de não haver pneu suplente existe um espaço de arrumação suplementar com 92 litros de volumetria.
Quanto a motorizações, o Energy dCi 130, com 130 cv e 320 Nm, é o motor 1.6 l Diesel mais potente do mercado. Com este bloco, o novo Grand Scénic, é capaz de atingir uma velocidade máxima de 195 km/h e cumprir os 0 aos 100 km/h em apenas 11,1 segundos! Notável para um automóvel desta categoria e segmento de potência. Quanto a consumos, no novo Grande Scénic, o Energy dCi 130 afixa um consumo de 4.4 l/100 km em ciclo misto e emissões de CO2 de apenas 114 g/km.
Entre as várias tecnologias que este motor incorpora, destaque para o sistema Stop & Start, EGR de baixa pressão, Energy Smart Management e Swirl Variável.
Também está disponível o Energy dCi 110, o motor 1.5 dCi que conta já com o novo pacote tecnológico. Com 110 cavalos de potência e um binário de 260 Nm disponíveis às 1.750 rpm, proporciona ao Grand Scénic um consumo de 4,1l/100 km e um nível recorde de emissões de CO2: 105g/km.

Tecnologias ao serviço da segurança garantem 5 estrelas EuroNcap

A actual gama Renault Scénic obteve 5 estrelas Euro Ncap, aquando do seu lançamento, em 2009. Ou seja, uma segurança activa e passiva ao melhor nível, graças a tecnologias eficazes como o ABS com repartidor electrónico de travagem e auxílio à travagem de emergência (AFU) de série, o controlo de estabilidade com função adicional de controlo de sub-viragem, o sistema Renault de protecção de 3.ª geração, incluindo a protecção anti queimaduras (duplo pré-tensor, limitador de esforço e airbags adaptativos), os duplos sensores de choque lateral e airbags tórax/bacia/abdómen bi-câmara e os pontos de fixação Isofix de 3 pontos para a colocação de cadeiras de criança nos três lugares da segunda fila.
O novo Renault Scénic XMOD está disponível, apenas por encomenda, a partir de 24.650 €.
A exemplo da restante gama Renault, todos as versões são abrangidas pelos 5 anos ou 150.000 quilómetros de Garantia Renault.

Preços (clique sobre a imagem para ampliar)



Características mais importantes





-->

Sem comentários