Header Ads

APRESENTAÇÃO: Ford Fiesta ST (MY 2014)

É o Fiesta "de série" mais rápido e dinâmico de sempre, graças ao seu motor 1.6 litros EcoBoost com 182 cv e 240 Nm de binário. Acelera dos 0 aos 100 km/h em 6,9 segundos e atinge uma velocidade máxima de 220 km/h, por isso a suspensão, direcção e travões foram especialmente afinados. Foi ainda introduzido um controlo vectorial do binário melhorado e um controlo electrónico de estabilidade com 3 modos. Apesar disso, o Fiesta ST consegue ser mais eficiente em consumo de combustível e emissões, no primeiro caso a média é de 5,9 l/100 km para 138 g/km de CO2. Exteriormente distingue-se pela grelha frontal exclusiva, pelo design dinâmico dos seus faróis e pelo difusor traseiro imponente, interiormente são os bancos Recaro, o volante e a pedaleira que estabelecem as diferenças mais visíveis. Além, claro, de equipamento específico.

Desenvolvido pela Ford Team RS, o novo Fiesta ST apresenta uma grelha trapezoidal de grande dimensão, com uma exclusiva construção em favo de mel e um espectacular elemento difusor traseiro.
Dispõe também de luzes LED de circulação diurna e um kit integral de carroçaria ST, propondo, em opção, novas e exclusivas cores como o Race Red, Molten Orange e Spirit Blue.
O interior é igualmente distintivo, equipado com bancos Recaro e um novo Sound Symposer, um sistema que canaliza a sonoridade desportiva do motor para o habitáculo, amplificando as sensações da experiência de condução. Além disso, o habitáculo é marcado por inserções no tablier em fibra de carbono, pedais e alavanca de velocidades em alumínio e um volante ST.

Equipamento

Estão presentes ajudas à condução e equipamentos de segurança mais recentes da Ford, entre os quais o sistema MyKey e SYNC de conectividade ‘in-car’ e que inclui a Assistência de Emergência.
O MyKey permite aos proprietários estabelecerem o limite de velocidade e o volume do sistema áudio, ao mesmo tempo que impossibilita que as tecnologias de segurança sejam desactivadas, como o ESP.
O sistema de conectividade ‘in-car’ SYNC activado por voz, com Assistência de Emergência, estabelece ligação directa com os operadores dos serviços de emergência 112 em caso de acidente.

Motor

Motor, suspensão, direcção e travões foram ainda afinados para uma dinâmica de condução optimizada.
O baixo peso do motor EcoBoost contribui para a agilidade do comportamento.
Graças ao turbo compressor, à injecção directa de alta pressão de combustível e à dupla árvore de cames de abertura variável independente, oferece performances elevadas com baixo consumo. 
Um consumo de 5,9 km l/100 km e 138 g/km CO2 representa uma redução de emissões de 20% em comparação com a geração anterior do Fiesta ST, embora produza quase 20% mais potência do que o motor de 2.0 litros do modelo da primeira geração.

Chassis optimizado electronicamente

Foram ainda introduzidas características apenas disponíveis anteriormente em veículos de maior performance, incluindo o Controlo Vectorial do Binário (eTVC) melhorado e o Controlo Electrónico de Estabilidade (ESC) com 3 modos, transmissão manual de seis velocidades e discos de travões traseiros.
O Controlo Vectorial do Binário (eTVC) aplica força de travagem à roda interior da frente do Fiesta ST quando em curva, de modo a melhorar a trajectória, reduzindo a subviragem sem prejudicar a velocidade. Novo software controla o equilíbrio do Fiesta ST em resposta à posição do volante sob aceleração e travagem – e o Controlo Electrónico de Estabilidade (ESC) oferece 3 modos de actuação: intervenção completa do sistema; intervenção limitada permitindo o deslizamento e desactivação total do ESC.
Ambos os sistemas suportam uma junta da direcção frontal especialmente modificada, barra de torção traseira adaptada com aumento de rigidez ao rolamento, molas e amortecedores traseiros com configurações específicas e um centro de gravidade 15 mm mais baixo, para uma maneabilidade optimizada e qualidade de condução.
A direcção assistida electrónica apresenta uma relação mais apurada de 13.69:1 e um braço mais curto para resposta uma mais directa.
O Fiesta ST estreia discos de travões traseiros na plataforma da gama e introduz uma maior bomba de travões para maior eficácia na potência de travagem.

-->

Sem comentários