Header Ads

APRESENTAÇÃO: Seat Leon CUPRA (MY 2014) Preço e características.

Expoente máximo do apuro desportivo na marca espanhola, “CUPRA” simboliza elevada dinâmica, tecnologia de última geração e um design atraente, combinado com uma utilização diária prática. No Leon Cupra tudo isto é potenciado com o novo motor de 2.0 litros, disponível com 265 e 280 CV, caixa manual ou DSG, eixo dianteiro com autoblocante electrónico XDS e direcção progressiva DCC, para optimizar ainda mais o prazer da sua condução. Para melhor reflectir isto tudo temos ainda um design desportivo e imponente e, claro, equipamento e interiores exclusivos. Disponível em duas carroçarias - 5 portas e SC - o novo Leon CUPRA já tem preços para Portugal.

Pela primeira vez, a versão CUPRA do Leon estará disponível na carroçaria de 3 portas.
Com uma potência máxima de 280 cv é não apenas o modelo “estrela” da família Leon, mas também o automóvel mais potente até agora fabricado pela marca espanhola.
E também o mais rápido: na versão de 280 CV, caixa automática DSG e carroçaria SC, o modelo estrela da marca vai dos 0 aos 100 km/h em apenas 5,7 segundos, demorando apenas um décimo de segundo mais, com a caixa manual. A velocidade máxima está limitada a 250 km/h.
A transmissão e o chassis garantem-lhe uma precisão única. Mas o enorme potencial do novo CUPRA advém também do novo motor 2.0 TSI com dupla injecção e distribuição variável. Dependendo da versão, estão garantidos 265 ou 280 cv de potência.
O binário máximo de 350 Nm é constante e mantém-se entre as 1.750 e 5.300 rpm.
A versão com 265 CV garante igualmente o mesmo valor de binário máximo. A aceleração de 0-100 km/h é de 5.9 segundos com transmissão manual e 5,8 segundos com caixa DSG.
O que não impede o novo Leon CUPRA de ser eficiente. Assim, o consumo médio para ambas as versões situa-se entre os 6.4 e os 6.6 litros aos 100 km dependendo da transmissão e do tipo de carroçaria. A estes valores equivalem a emissões de CO2 entre 149 e 154 gramas por quilómetro. Em comparação com o seu antecessor, isto reflecte uma redução de emissões de 41 gramas por quilómetro.

Versão portuguesa: 280 cv

Disponível a partir de Março de 2013, o SEAT Leon SC CUPRA com 280cv e caixa DSG tem umn preço de 40.280 euros. O modelo de 5 vportas custa mais 350 euros.
Performance:
- Motor 2.0 TSI 280 cv DSG:
- Potência Máxima: 280 cv/ 5700-6200 Rpm
- Binário Máximo: 350 Nm/ 1750-5600 Rpm
- Velocidade Máxima: 250 km/h
- Aceleração 0-100km/h: 5,7 s
- Aceleração 0-1000m: 24,8 s
- Consumo ponderado: 6,4 l/100 km
- Emissões CO2: 149 g/km (154 g/km para o 5 Portas)

Equipamento específico da versão para Portugal:
- Faróis completos LED
- Jantes de liga leve 19” na cor titânio
- Duplo escape com saídas ovais cromadas
- Diferencial autoblocante electrónico (VAQ)
- Perfil de condução SEAT CUPRA

Presença marcante e chamativa

Uma nova frente com as duas entradas de ar e faróis Full LED permitem um olhar de longo alcance. Estes inovadores faróis combinam com grupos ópticos também de LED e constituem uma assinatura na identidade da nova linguagem de design da marca espanhola.
Oferecem ainda numerosas vantagens: projectam uma luz com uma temperatura de cor de 5.300 kelvin, que se aproxima muito da luz do dia. Com esta intensidade a vista não se cansa. Por outro lado, este sistema é muito eficiente uma vez que consume pouca energia; cada um dos médios apenas consume 20 Watts.
Na traseira o destaque vai para os tubos de escape de forma oval.
As jantes de liga leve de 18 e 19 polegadas são específicas, realçadas pelas pinças de travão de cor encarnada.
O mais importante no interior é o volante desportivo CUPRA, de desenho exclusivo com patilhas no volante para a caixa DSG (uma opção).
De série bancos desportivos cinzentos escuros em Alcântara com pospontos brancos. Para os mais aficionados, estão disponíveis verdadeiras “baquets” de competição e,para completar esta atmosfera de competição, os pedais e embaladeiras são de alumínio.
A versão de 2.0 TSI de 280 CV diferencia-se, visualmente, pelas jantes exclusivas de 19 polegadas de cor titânio e por um pacote aerodinâmico com um atraente spoiler traseiro, a denominação CUPRA nas pinças de travão e os retrovisores exteriores pretos.
No interior do habitáculo, que normalmente têm um acabamento cromado, nesta versão desportiva o acabamento é em preto brilhante (ou em cromado clássico).
A luz ambiental é mais uma característica do interior do Leon CUPRA, proporcionando uma maior sensação de amplitude. A cor dos LED’s pode adaptar-se graças ao CUPRA Drive Profile: em modo CUPRA brilha o vermelho e com a configuração standart o branco.

Potenciar o prazer e a segurança da condução

Com o propulsor 2.0 TSI a reagir eficazmente a cada movimento do acelerador, acompanhado por um som característico, a sua eficiência melhora graças ao sistema Start-Stop e à função de recuperação de energia.
O comportamento dinâmico de um CUPRA sempre foi sinónimo de carácter desportivo e esta nova geração amplia essas capacidades com o controlo de chassis adaptativo (DCC), autoblocante electrónico XDS e direcção progressiva.
Para garantir um elevado desempenho, o novo motor de quatro cilindros possui pistões de alumínio modificados e bielas mais rígidas a funcionar em novos rolamentos que transferem as forças para a cambota. O cárter de ferro fundido cinzento foi reforçado nos assentos dos rolamentos principais e na tampa do rolamento principal. A cabeça do cilindro é feita de uma nova liga de alumínio e silicone particularmente leve, caracterizada por alta resistência e capacidade de suporte de temperaturas elevadas.
O grande turbocompressor foi concebido para temperaturas de gás de escape até 1000 ºC. Com uma pressão de carga máxima de 1,1 bar, comprime 900 kg ou, por outras palavras, 765 000 litros, de ar por hora. Um intercooler ar-ar eficiente, reduz consideravelmente a temperatura do ar comprimido, aumentando assim a massa disponível para combustão e por conseguinte, a proporção de oxigénio. A wastegate controlada electronicamente funciona de forma extremamente rápida e precisa, reduzindo o trabalho de bombeamento, uma vez que, com carga parcial, reduz a pressão de carga básica e, como tal, a contrapressão do escape.

Para uma condução descontraída e confortável, contribui muito a direcção progressiva disponível de série. Ela facilita uma condução mais ágil do novo Leon CUPRA em função da sua velocidade. Com este sistema, o condutor necessita dar menos voltas de volante para conseguir as curvas desejadas nas estradas mais sinuosas e nas manobras de estacionamento. O condutor notará que com a configuração mais directa a condução em estradas sinuosas e dobrar as esquinas é muito mais dinâmico.
Apesar de todo o seu completo equipamento, a nova geração pesa, em comparação com o seu antecessor, menos 55 quilogramas.
Tal como com a caixa de velocidades manual, na caixa DSG as mudanças mais baixas têm relações curtas, ao passo que a sexta velocidade tem uma relação alta para um consumo menor de combustível. O condutor consegue controlar a caixa de velocidades de embraiagem dupla com o selector de mudança ou as patilhas opcionais no volante. Estão disponíveis programas totalmente automáticos, além do modo manual. O modo D está configurado para baixoconsumo de combustível e baixas velocidades do motor, enquanto que o modo S estácdefinido para um estilo de condução desportivo e um nível mais elevado de velocidade do motor. O modo CUPRA, que vem com o perfil de condução CUPRA de série, constitui a estratégia de engrenamento de mudanças mais dinâmica.

Condutor escolhe comportamento e tracção

O controlo de chassis adaptativo (DCC) desenvolvido especificamente para o CUPRA é ainda mais sensível e adapta as características do chassis às condições existentes em milissegundos.
O mesmo aplica-se às preferências do condutor: o CUPRA Drive Profile permite personalizar e adaptar às preferências individuais do condutor o tipo de condução Confort ou Sport. A resposta do acelerador é particularmente sensível no modo Sport, enquanto que a caixa DSG funciona no modo mais desportivo e o som do motor no interior é ainda mais potente. O controlo de chassis adaptativo (DCC), a direcção progressiva e o autoblocante electrónico XDS também atuam, na sua configuração mais desportiva.
A potência do novo Leon CUPRA encontra um fiel aliado no sistema XDS na hora de transmitir todo a sua potência ao asfalto, garantindo as melhores condições de segurança, precisão e controlo. Este sistema electrónico trabalha em conjunto com o ESC, actuando ao travar a roda que perde aderência no momento de travar em curva, mas de uma forma muito mais suave.

A sensação ao volante é similar à que se tem quando se conduz um automóvel com autoblocante, melhorando de forma substancial a capacidade de transmitir potência às rodas do eixo dianteiro. Desta forma evita-se, sobretudo em curvas, o deslizamento da roda interior e por isso reduz-se a subviragem do veículo, situando o Leon CUPRA no topo do seu segmento quanto à precisão da trajectória e prazer de condução desportiva.
O ESC foi desenvolvido especificamente para o CUPRA e permite uma condução muito desportiva, mantendo os mais altos níveis de segurança. Para um uso extremamente dinâmico, como em circuito, também se pode desactivar optando entre dois modos: o primeiro modo desactiva o controlo de tracção e coloca o ESC em modo desportivo, o segundo desactiva completamente o ESC.

-->

Sem comentários