Header Ads

APRESENTAÇÃO: DS 5 (MY 2015)

- Marca assume identidade própria, distinta da Citroën

- Alterações estéticas, mais equipamento e mecânica revista

- Três motores a gasóleo: 1.6 BlueHDI com 120 cv e 2.0 BlueHDi com 150 cv e 181 cv

- Piscas-piscas com funcionamento sequencial

As alterações estéticas mais evidentes surgem à frente, com o DS5 a receber uma grelha com um novo design, pára-choques e faróis diferentes que, em algumas versões, são de led e xénon, com indicadores de mudança de direcção que acendem em sequência.

Além de uma nova cor designada "Encre Blue", há novos modelos de jantes de liga leve.

No habitáculo, o DS5 incorpora um novo sistema multimédia com ecrã táctil, que faz reduzir o número de botões anteriormente espalhados por todo o painel de instrumentos. Este sistema incorpora um novo recurso chamado "Screen Mirror" com o qual você pode visualizar e gerenciar alguns aplicativos compatíveis com um smartphone.

Novos motores


Nos motores há alterações importantes. Passam a existir duas versões a gasolina assentes no bloco 1.6 THP – com 165 cv em vez de 156 cv ou com 210 cv em vez de 200 cv e três Diesel:

- 1.6 BlueHDI 120 cv

- 2.0 BlueHDi 150 cv

- 2.0 BlueHDI 181 cv.

Mantém-se a oferta de uma variante híbrida, que combina um motor diesel com um motor eléctrico para uma potência máxima de 200 cv.

Toda a gama beneficia de sistema Start & Stop e cumprem a norma Euro 6.

A caixa de velocidades é manual de seis velocidades para todas as versões, excepto para BlueHDi 2.0 Diesel de 181 cv, o gasolina 1.6 THP de 165 cv e para a versão híbrida, com um conversor de binário automático com o mesmo número de relações.

O DS 5 passa poder contar com tecnologia de alerta à mudança involuntária de faixa de rodagem, detector de objectos no ângulo morto, bancos eléctricos em couro com sistema de massagem, auxiliar de estacionamento com câmara traseira e “head-up display” (sistema de informação projectada sobre o tablier numa tela de plástico).


Sem comentários