Header Ads

APRESENTAÇÃO: Ford Transit Connect Van e Courier

- Motores mais eficientes. Novo motor diesel 1.5 TDCi tem um consumo líder na classe: 3.8 l/100 km (6% menos do que o do anterior 1.6)

- Tecnologias de auxílio à condução inéditas no segmento; reconhecimento de sinais de trânsito, ajuda à manutenção na faixa de rodagem, sistema de conectividade SYNC 2, chave inteligente MyKey



A Transit Connect renova-se no verão de 2015.

A maior novidade é o motor diesel 1.5 litros TDCi em substituição do 1.6 TDCi.

A Ford Transit Courier (ler aqui todos os detalhes sobre o modelo) tem também motores mais eficientes: o gasolina 1.0 EcoBoost reduziu em mais de 3% os consumos enquanto a economia do motor Diesel 1.6 TDCi de 95 cv desceu para valores de 3.7 l/100 km

Em 2014, a Ford Transit Connect teve em crescimento de 85% das vendas. Foi o maior do seu segmento (36.800 unidades) e, nos primeiros 4 meses de 2015, está a ter uma procura 58% superior à do ano passado.

Com emissões de CO2 de 99 g/km e um consumo de combustível de 3.8 l/100 km no modelo ECOnetic, o 1.5 TDCi apresenta uma melhoria de 6% em relação ao motor 1.6 TDCi. Produz 100 cv e 250 Nm de binário e apresenta de série as tecnologias auto-start-stop e grelha dianteira de abertura activa.

A versão com 120 cv de potência e 300 Nm de binário pode ser equipada com a transmissão automática PowerShift da Ford.

Variantes adicionais do motor Diesel 1.5 TDCi irão completar a gama Transit Connect a partir da Primavera de 2016.

Capacidades do Ford Transit Connect


Disponível em carroçarias Van, Van Cabina Dupla e Kombi, nas versões L1 e L2, a Transit Connect van oferece as seguintes áreas de carga:

- 2.9 m3 a 3.6 m3 com antepara completa

- 3.7 m3 a 4.4 m3 incluindo a área dianteira de carga (L1/L2, medidas SAE)

- Mais de 1.000 kg de capacidade

(ler aqui mais de detalhes sobre capacidades e dimensões do modelo)

Tecnologias aumentam confiança do condutor


A Transit Connect , incluindo sistema de reconhecimento de sinais de trânsito e de ajuda à manutenção de faixa, bem como será o primeiro veículo comercial da Ford na Europa a apresentar o sistema de conectividade SYNC 2 ativado por voz.

Partilhando a mesma plataforma dos últimos modelos de passageiros da Ford, como o novo Focus e o Kuga, a Transit Connect é o primeiro veículo do segmento a oferecer as mais avançadas tecnologias de ajuda ao condutor:

- Reconhecimento de Sinais de Trânsito: informa o condutor dos últimos limites de velocidade, fim de sinalização e proibições de ultrapassagem a partir do mostrador no painel de instrumentos

- Sistema de Aviso de Ângulo Morto:  alerta os condutores para situações em que um veículo está escondido nos ângulos mortos

- Alerta de Saída de Faixa e Ajuda à Manutenção de Faixa: trabalham em conjunto para ajudar a prevenir o condutor de saídas não intencionais da sua faixa. O sistema corrige a direcção para obrigar o veículo a voltar à sua faixa

- Faróis Máximos Automáticos: muda os faróis automaticamente de máximos para médios, quando detecta tráfego em sentido contrário ou um veículo mais à frente

- SYNC 2: com ecrã táctil a cores de alta resolução de 6” e controlo avançado por voz do áudio, navegação, climatização e telefones móveis. Os condutores podem escolher destinos de navegação com um único comando ou pedir ao sistema para “tocar” a música desejada. Carregando simplesmente no botão de controlo de voz e dizendo “Tenho fome”, aparece uma lista de restaurantes locais, cujas direcções conseguirá através do sistema de navegação

- MyKey permite aos proprietários ou gestores de frota programar uma chave que limita a velocidade máxima e reduz o volume máximo do sistema de rádio. O "MyKey" pode desactivar o sistema áudio caso o condutor e os passageiros não tenham colocado os cintos de segurança e pode avisar o condutor da desactivação das tecnologias de segurança

Ford Transit Courier Van melhorada


A Ford introduziu também motores mais eficientes na Transit Courier, a mais pequena Transit de sempre da Ford, com uma capacidade de carga até 660 kg.

O consumo de combustível do motor a gasolina 1.0 EcoBoost equipado com Auto-Start-Stop foi reduzido em mais de 3%, para 5.1 l/100 km, com 115 g/km de emissões de CO2.

A economia do motor Diesel 1.6 TDCi de 95 cv com Auto-Start-Stop continua líder da classe, com valores de 3.7 l/100 km e 97 g/km CO2.

PUB

Sem comentários