Header Ads

Moda revivalista:

Chrysler PT Cruiser: uma imagem que traz à memória grandes criações da indústria americana

Recordar carros de antigamente



O revivalismo parece estar mesmo na moda, desde a roupa aos objectos mais comuns. O mercado automóvel não podia deixar de acompanhar essa tendência.

Durante uns anos, era habitual possuir um carro mais antigo e recuperá-lo. Embora isso ainda aconteça em alguns países – o exemplo mais expressivo é o Reino Unido, onde existe um grande mercado de carros e peças com valores mais “realistas” do que em Portugal - imposições ambientais, os preços e a dificuldade em conseguir peças, vem dificultando e encarecendo a tarefa de recuperar e conservar um carro antigo em boas (e legais) condições de andamento.

Mazda (ou Eunos) MX-5/Miata,
criação japonesa que recorda
 um bonito “roadster” inglês

Apesar de, nas nossas estradas, continuar a não ser raro ver “minis”, “carochas”, “quatr'éles”, “dois cavalos” ou “dianes”, que aparentam ter acabados de sair, novos, de um “stand”. Conduzidos por gente jovem... ou não.

Nessa vontade que parece “motorizada” por uma paixão, por um sentimento saudosista ou simplesmente pelo desejo de se ser (e ter) algo diferente, os grandes construtores automóveis acabaram por descobrir um “nicho de mercado” com potencial interesse económico.

VW Beetle da primeira geração apresentado em Lisboa
Do Beetle...

Há mais de uma década, a VW, em face da receptividade de um “concept-car”, construído para ser exposto no principal salão automóvel americano, lançou um novo Beetle, recuperando as formas principais daquele que ainda é o veículo mais vendido de sempre.
Honda EV-N,
concept inspirado no divertido 360/600
Novos métodos de fabrico em instalações facilmente modulares e plataformas automóveis que servem para mais do que um modelo, favorecem (e não encarecem demasiado) o desenvolvimento de novas versões. Muitas da quais acabam ou foram até criadas para atingir valores de produção significativos.

Trabant NT, por enquanto ainda um concept, revelado em 2009 no Salão de Frankfurt
Ao Trabant!

Fiat 500,
uma silhueta inconfundível e intemporal
Os americanos têm o Chrysler PT Cruiser, os alemães da BMW recriaram o Mini e os italianos da Fiat estão a fazer tremendo sucesso com o novo “500”. E se os japoneses há muito descobriram a fórmula com o “Miata” (na Europa conhecido como Mazda MX-5), evocador do Lotus Elan, não é de estranhar o surgimento de mais propostas: a Honda já mostrou em salão uma interpretação do 600 e, imagine-se, pode vir aí um novo Trabant!
O Mini conhecerá em breve uma versão eléctrica
Este carro da ex-RDA, tão simbólico quanto a queda do Muro de Berlim, será eléctrico com painéis solares no tejadilho. Mais ecológico não podia ser. Apesar de tudo, o anterior já continha partes da carroçaria em papelão prensado. Biodegradáveis portanto...

Sem comentários