Header Ads

APRESENTAÇÃO: Citroën DS3 Cabrio

A marca francesa prossegue o enriquecimento da sua linha “premium”. Ao retirar a capota à gama DS3 consegue (re)criar uma versão que promete aquecer a cabeça de muita gente com o sol do próximo verão. No restante conserva os atributos que levaram ao sucesso do DS3 encapotado: um estilo forte, o requinte em cada detalhe e as sensações de condução logo que que as rodas se põem em movimento. Confira características e as imagens de um carro único, exclusivo e bastante desejável que, em Portugal, deverá ter um diferencial de preço cerca de 2500 euros superior às correspondentes versões "encapotadas".

O DS3 Cabrio ambiciona ser, antes de mais, um prazer a cada momento. É assim que a marca francesa anuncia a versão “cabelos ao vento” baseada num modelo de “nicho de mercado” que, em apenas dois anos, vendeu já perto de 180 000 unidades.
E se a versão inicial já conhecia diversas configurações personalizadas de tejadilho – as versões Racing, Ultra Prestige ou Just Mat – o DS3 Cabrio contemplou uma solução técnica moderna que não descaracteriza e, principalmente, não altera a sensibilidade em estrada do DS3 original.

O DS3 Cabrio herda não apenas toda a sofisticação da linha DS como adopta uma inédita assinatura luminosa traseira, caracterizada por um inovador efeito 3D e por uma curiosa componente cinemática.

Estas hipnóticas luzes traseiras em LED 3D possuem um espaço central constituído por uma guia rectangular de 31 LED e um jogo de espelhos e vidros semi-reflectores que reproduzem uma imagem de luz até ao infinito.
O módulo 3D ilumina-se a noite quando as luzes estão ligadas e de dia sempre que o condutor trava. Uma linha superior de 15 LED ajuda a sublinhar o módulo 3D. Esta linha assegura as funções de lanterna, stop e iluminação lateral.

Características únicas

Herdando a forte personalidade da berlina, com 3,95m de comprimento, 1,71m de largura e 1,46m de altura conserva as proporções compactas que sugerem agilidade e dinamismo.
Todos os princípios de um estilo forte estão igualmente presentes: uma plataforma “flutuante” com duas cores, um “aileron” em forma de barbatana que dinamiza a linha da cintura e recortes laterais que sublinham as luzes de LED diurnas.
Único no seu segmento a proporcionar cinco verdadeiros lugares, o DS3 oferece ainda algumas características únicas: um tecto eléctrico é operável até aos 120 km/h e um porta-bagagens que é o maior da categoria.
 O fecho total do tejadilho não leva mais de 16 segundos, com um comando na consola do tejadilho a operar a sua abertura e fecho. Este comando permite abrir o tecto em 3 posições: intermediário, abertura horizontal e abertura total. Mesmo em posição de abertura horizontal, o tejadilho coloca-se atrás dos passageiros traseiros que, assim, beneficiam de uma vista totalmente desafogada.
A acústica foi também objecto de um trabalho muito particular. Em primeiro lugar,escolhendo um tejadilho de elevada qualidade, que contribui para um isolamento acústico de referência (comparável à berlina na posição fechada). Mas também graças à concepção de um deflector aerodinâmico que garante um conforto acústico optimizado em posição de total abertura. Intervém no início do processo de abertura, desviando o fluxo de ar e evitando que entre no habitáculo.

A arquitectura preserva igualmente a habitabilidade, oferecendo cinco verdadeiros lugares e um volume de bagageira que é o maior da categoria: 245 litros.
Até mesmo a modularidade do banco traseiro foi conservada (rebatível 2/3-1/3). A porta traseira dispõe de uma cinemática particularmente original (translação circular), capaz de permitir uma abertura total da bagageira qualquer que seja o espaço disponível atrás. Em particular quando se estaciona junto a parede.



Aerodinâmica favorece o desempenho

O trabalho aerodinâmico permitiu obter um SCx de 0,69m2, idêntico ao da berlina.
Este resultado favorece a performance e auxilia na redução de emissões de CO2. É obtido graças à adopção de um “spoiler” longo e aos deflectores aerodinâmicos nos embelezadores da custódia.
Desde o início da sua comercialização terá disponível uma versão com emissões de CO2 de apenas 99g/km.
Valor só possível porque, enquanto a maioria dos cabriolets acusam um peso superior a 100 kg face às berlinas equivalentes, o DS3 Cabrio adopta uma arquitectura optimizada - somente 25kg a mais do que a berlina - que não altera o comportamento vivo e ágil do DS3 original.
Ainda assim, a sua rigidez é comparável à da berlina, pelo que o desempenho permite aliar as vantagens de um cabriolet tradicional e conservar os pontos fortes de uma berlina.

Fortemente personalizável


Em coerência com o conceito DS e as características de um carro único, o DS3 Cabrio tem igualmente a possibilidade de ser personalizado ao gosto individual de cada um.
O DS3 Cabrio dispõe de 3 cores de pintura: Preto, Azul Infini e Monograma DS. Mas desde o tecto às caixas dos retrovisores, o consumidor pode optar por estilos definidos - Urban Tribe, Onde, Perle, Zèbre, Map, Plane, Co Design, Flavio, Flower e Graphic Art -, nada menos do que 10 personalizações da carroçaria

Os conjuntos de painel de bordo, os rebordos das saídas de ventilação e o comando de passagem de caixa estão igualmente em harmonia com os tons da carroçaria, estando disponíveis seis decorações: Cinzento, Preto Brilhante, Branco, Carbotech, Azul Infini e Cinzento Moondust.

Refinado nos mais pequenos detalhes, o DS3 Cabrio oferece estofos que gozam de um revestimento inédito, incluindo couro em Azul Granit e malha Akinen, disponível em Mistral, Castanho Chic e Azul Infini.
Segue-se a tabela completa de todas as características deste modelo. A tabela completa de preços será publicada mal ela seja oficialmente divulgada, mas uma primeira abordagem indica que existirá um diferencial de preço de cerca de 2500 euros a mais face às correspondentes versões do DS3 com capota.


Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Sem comentários