Header Ads

APRESENTAÇÃO: Mercedes-Benz Classe E (MY 2013)

O construtor alemão operou profundos melhoramentos no Classe E: motores mais eficientes, novos sistemas de assistência à condução e uma nova linguagem de design. O objectivo foi reforçar o estatuto de liderança no segmento dos automóveis de luxo, pelo que, tanto a versão limousine como a Station, passam a dispor também da mais recente tecnologia em termos de apoio à condução. Um conjunto de onze sistemas de assistência totalmente novos ou optimizados que integrarão também a futura geração Classe S, mas cuja estreia acontece precisamente neste renovado “E”. Entre essa nova tecnologia incluem-se sistemas capazes de evitar acidentes com veículos ou peões que atravessam a via. No que respeita aos progressos operados na eficiência energética, estes concentram-se principalmente nos novos e mais potentes motores de quatro cilindros a gasolina “BlueDIRECT”, dotados de uma sofisticada tecnologia de injecção directa. Grande novidade é ainda a disponibilidade de uma versão híbrida, o E 300 BlueTEC HYBRID. A entrada na gama é feita com o E 200 CDI Limousine com preços a partir dos 51.100 euros. Confira de seguida o custo de todas as versões e o que de mais importante há para saber sobre o novo Classe E.

A renovação agora empreendida pela Mercedes-Benz no Classe E apresenta-se como a mais abrangente e extensa de sempre. Com o objectivo de disponibilizar os mais recentes avanços tecnológicos, este novo Classe E refrescou o design, apurando o seu elaborado e elegante visual desportivo. Detalhes de elevada qualidade juntaram-se à tradicional eficácia dos produtos germânicos, de modo a incrementar o conforto e aumentar o prazer de condução.
Na secção dianteira, as alterações estéticas introduzidas revelam novos grupos ópticos que agrupam todas as funções num único elemento. No entanto, o arranjo dos elementos no interior mantém visível o grafismo típico de óptica dupla que caracteriza o Classe E. Embora essa característica esteja agora bem menos evidente do que no anterior. Em termos de iluminação e de visibilidade, as luzes de médios e as luzes diurnas recorrem parcialmente à tecnologia LED e, pela primeira vez neste modelo, estão disponíveis, como opção, luzes dianteiras integralmente em LED.

Uma silhueta mais esculpida e desportiva

Novidade é ainda o facto do novo “E” oferecer a possibilidade de escolha entre dois tipos de design para a secção dianteira: nas linhas de equipamento mais acessíveis (versão base e versão ELEGANCE), a grelha tradicional do modelo é composta por três lâminas horizontais e a característica estrela fica alojada no capô. Na linha de equipamento AVANTGARDE, o visual é vincadamente diferente mais desportivo, com a estrela incorporada ao centro da grelha.
A fluidez das linhas dianteiras foi reforçada com o redesenho do capot e respectivo pára-choques. O novo formato do pára-choques ostenta uma aparência mais moderna e é desprovido de quaisquer dispositivos de iluminação Um spoiler inferior em forma de asa sublinha as credenciais desportivas do Classe E.
A silhueta lateral da limousine e da station ficaram, definitivamente, mais emocionais. Visualmente, cada detalhe beneficia a imagem do Classe E em termos de comprimento, sublinhando o “vinco” lateral que foi redireccionado para baixo. No geral, o Classe E apresenta-se mais alongado e elegante sem esmorecer o apelo dinâmico. 
Por fim, quando visto de traseira, são perceptíveis grupos ópticos e pára-choques redesenhados. As novas ópticas traseiras estruturadas horizontalmente e com LED e grafismo de dois tons vieram acentuar a largura da carroçaria. 

Interior de elevada qualidade

A renovação do habitáculo incidiu na melhoria da qualidade de construção e na adopção do revestimento em duas partes ao longo de todo o tablier.
Uma nova característica que permite optar entre o revestimento em madeira ou em alumínio, independentemente da linha de equipamento. Igualmente novos são o painel de instrumentos, com três grandes mostradores alojados numa consola de elevado brilho e formato trapezoidal plano, o design das saídas da ventilação e um relógio analógico alojado entre as duas saídas de ventilação centrais.
A harmonia interior é caracterizada pela consola central redesenhada, sem o tradicional selector da caixa de velocidades, bem como pelo novo volante multifunções com comando DIRECT SELECT e patilhas de comando da caixa de velocidades aliadas à transmissão automática.
Compare aqui com o modelo anterior.

Motores: desempenho superior e consumos económicos 

Antes de abordar o que há de novo em termos de equipamento de segurança, uma breve abordagem às motorizações com o detalhe necessário.
Todas os motores e versões estão equipadas com o sistema ECO start/stop.
Foi introduzido um novo elemento na família dos motores a gasolina BlueDIRECT, um bloco de quatro cilindros com injecção directa baseada na tecnologia utilizada na mais recente geração de motores de seis e oito cilindros. 
Novidade é ainda o facto do propulsor de seis cilindros ficar disponível, pela primeira vez, com sobrealimentação por duplo turbo na versão designada E 400. Graças ao seu elevado desempenho e ao generoso binário desde os baixos regimes, este motor define novos padrões na classe dos seis cilindros e cumpre as exigências da norma EU6.


Modelo
Cil.
c.c.

Potência/rpm
Binário/rpm
0-100 km/h
l/100 km
CO2
g/km
E 200
4
1991
135 kW (184 cv)/
5500
300 Nm/
1200 - 4000
7.9 seg.
(8.3)
5.8
(6.0)
135
(139)
E 250
4
1991
155 kW (211 cv)/
5500
350 Nm/
1200 - 4000
7.4 seg.
(7.8)
5.8
(6.1)
135
(141)
E 300
V6
3498
185 kW (252 cv)/
6500
340 Nm/
3500 - 4500
7.1 seg.
(7.5)
6.8
(7.1)
159
(165)
E 300 4MATIC
V6
3498
185 kW (252 cv)/
6500
340 Nm/
3500 - 4500
7.4 seg.
(7.8)
7.4
(7.8)
174
(184)
E 350
V6
3498
225 kW (306 cv)/
6500
370 Nm/
3500 - 5250
6.3 seg.
(6.7)
6.8
(7.1)
159
(165)
E 350 4MATIC
V6
3498
225 kW (306 cv)/
6500
370 Nm/
3500 - 5250
6.6 seg.
(7.1)
7.4
(7.8)
174
(184)
E 400 *
V6
2996
245 kW (333 cv)/
5250 - 6000
480 Nm/
1600 - 4000
5.9 seg.
(6.3)
7.5
(7.7)
175
(179)
E 400 4MATIC *
V6
2996
245 kW (333 cv)/
5250 - 6000
480 Nm/
1600 - 4000
5.9 seg.
(6.3)
8.0
(8.3)
185
(194)
E 500
V8
4663
300 kW (408 cv)/
5000 - 5750
600 Nm/
1600 - 4750
5.2 seg.
(5.4)
8.9
(9.3)
209
(216)
E 500 4MATIC
V8
4663
300 kW (408 cv)/
5000 - 5750
600 Nm/
1600 - 4750
5.2 seg.
(5.4)
9.4
(9.5)
219
(222)
Dados provisórios obtidos com caixa de velocidades 7G-TRONIC PLUS (os dados entre parêntesis aplicam-se à Station)

Motores Diesel com melhor eficiência

O mais importante para alguns mercados e o português é um deles, as motorizações Diesel do novo Classe E estão disponíveis com a avançada tecnologia de redução catalítica selectiva SCR (selective catalytic reduction), cumprindo, desse modo, as exigências da norma EU6 de controlo de emissões.
A ampla gama de motores foi incrementada com a versão E 300 BlueTEC HYBRID. Este bloco combina o motor Diesel de quatro cilindros com um motor eléctrico, totalizando uma potência máxima de 231 cv e um binário máximo de 750 Nm! O E 300 BlueTEC HYBRID apresenta um consumo médio de 4.1 l/100 km e tem emissões de CO2 de 107 g/km.
Graças a estas características, o E 300 BlueTEC HYBRID está no topo da economia entre os modelos da sua classe. Se quiser saber informações mais detalhadas sobre esta versão em particular consulte este texto.


Modelo
Cil.
c.c.
Potência/rpm
Binário/rpm
0-100 km/h
l/100 km
CO2
g/km
E 200 CDI
4
2143
100 kW (136 cv)/
2800 - 4600
360 Nm/
1600 - 2600
9.5seg.
(10.1)
4.9
(5.3)
127
(137)
E 220 CDI
4
2143
125 kW (170 cv)/
3000 - 4200
400 Nm/
1400 - 2800
8.4 seg.
(8.6)
4.7
(5.2)
125
(134)
E 250 CDI
4
2143
150 kW (204 cv)/
3800
500 Nm/
1600 - 1800
7.5 seg.
(7.8)
4.8
(5.2)
128
(136)
E 250 CDI 4MATIC
4
2143
150 kW (204 cv)/
388
500 Nm/
1600 - 1800
7.9 seg.
(8.1)
5.5
(5.8)
143
(152)
E 300 BlueTEC
V6
2987
170 kW (231 cv)/
3800
540 Nm/
1550 - 2400
7.1 seg.
(7.4)
5.5
(5.7)
144
(152)
E 350 BlueTEC
V6
2987
185 kW (252 cv)/
3600
620 Nm/
1600 – 2400
6.6 seg.
(6.9)
5.5
(5.7)
144
(152)
E 350 BlueTEC 4MATIC
V6
2987
185 kW (252 cv)/
3600
620 Nm/
1600 - 2400
6.7 seg.
(7.0)
6.0
(6.4)
160
(170)
E 300 BlueTEC HYBRID
4
2143
150 kW (204 cv)/
4200
Motor eléctrico
19 kW (26 cv)
500 Nm/
1600 – 1800
Motor eléctrico
280 Nm
7.5 seg.
(7.8)
4.1
(4.4)
107
(116)
Dados obtidos com caixa de velocidades 7G-TRONIC PLUS (os dados entre parêntesis aplicam-se à Station)


Preços de todas as versões comercializadas em Portugal

Posto isto vamos então aquilo que geralmente mais interessa: os preços quer da limousinea como da station.
Em primeiro lugar o carro, com um intervalo de preços que vai dos 51.100 euros aos 157.200 euros para a versão AMG com caixa de velocidades automática.


Modelo
PVP
E 200 CDI BlueEFFICIENCY Limousine
51.100
E 220 CDI BlueEFFICIENCY Limousine
54.050
E 250 CDI BlueEFFICIENCY Limousine
59.350
E 250 CDI 4 MATIC BlueEFFICIENCY Limousine
66.600
E 300 BlueTEC HYBRID Limousine
62.100
E 350 BlueTEC Limousine
73.450
E 350 BlueTEC 4MATIC BlueEFFICIENCY Limousine
79.900
E 350 BlueEFFICIENCY Limousine
70.450
E 63 AMG Limousine
139.900
E 63 AMG S 4MATIC Limousine
157.200

Quanto à station, o intervalo de preços é igualmente amplo e não existe um diferencial de preço fixo para as correspondentes versões da limousine.


Modelo
PVP
E 200 CDI BlueEFFICIENCY Station
56.500 €
E 220 CDI BlueEFFICIENCY Station
57.950 €
E 250 CDI BlueEFFICIENCY Station
63.250 €
E 250 CDI 4 MATIC BlueEFFICIENCY Station
71.950 €
E 300 BlueTEC HYBRID Station
65.700 €
E 350 BlueTEC Station
77.750 €
E 350 BlueTEC 4MATIC BlueEFFICIENCY Station
85.800 €
E 350 BlueEFFICIENCY Station
74.500 €
E 63 AMG Station
142.700 €
E 63 AMG S 4MATIC Station
161.750 €


Condução dinâmica e económica 

Futuramente, a Mercedes-Benz disponibilizará dois tipos de transmissão para o Classe E: uma caixa manual de 6 velocidades, com uma selecção suave e curta, e a caixa automática 7G-TRONIC PLUS, com comando DIRECT SELECT e patilhas DIRECT SELECT integradas no volante. Esta última geração da caixa 7G-TRONIC PLUS proporciona vantagens significativas em termos de eficácia e de facilidade de manutenção. 
A caixa 7G-TRONIC PLUS apresenta agora uma nova funcionalidade. Trata-se do modo de funcionamento “M”, que possibilita ao condutor comandar a caixa manualmente e que, se após um certo período de tempo não detectar qualquer intervenção manual na caixa, faz o sistema passar autonomamente a caixa para o modo automático. 
As condições de tracção e de estabilidade podem ser incrementadas com a adopção do sistema de tracção integral 4MATIC, cujas maiores vantagens ocorrem em pisos de difícil aderência.

“Condução inteligente" com novos sistemas de assistência

Vejamos então o que é proposto de novo em termos de segurança e de sistemas de auxílio à condução.
O conforto e a segurança passam a estar unidos num só conceito que a Mercedes-Benz designa como “Condução Inteligente”.
Nesse sentido, o novo Classe E estreia um amplo conjunto de sistemas totalmente novos ou optimizados, que incrementam os níveis de conforto e de segurança da condução.
As bases deste novo conceito são formadas por novos sensores de última geração e respectivos algoritmos. Outro grande passo dado pela Mercedes-Benz consiste na introdução de um sistema de câmara multifunção (stereo Multi-Purpose Camera) que, à semelhança do sistema montado anteriormente (Mono Multi-Purpose Camera) utiliza uma câmara-radar alojada junto do espelho retrovisor interior. Contudo, esta câmara conta agora com dois “olhos” orientados a 45 graus e com um alcance total de 500 metros, o que permite uma visão tridimensional da área até cerca de 50 metros à frente do veículo.
Assim, esta câmara fornece dados que são processados pelos diversos sistemas, avaliando tridimensional a informação recolhida de forma a detectar a presença e o tipo de movimento na frente do novo “E”.
Nomeadamente a direcção em que este movimento se processa.
Esta avaliação também inclui peões e uma ampla variedade de sinais de trânsito, abrangendo um amplo campo de visão.  
De série, tanto a Limousine como a Station estão equipadas ainda com o sistema COLLISION PREVENTION ASSIST, um dispositivo de aviso de colisão que funciona com base no radar, com funções de assistência adaptativa à travagem.
Este sistema reduz significativamente o risco de colisão traseira com o veículo que segue à frente.
O equipamento de série contempla também o sistema ATTENTION ASSIST, que é agora capaz de lançar avisos de falta de atenção e de sonolência ao longo de uma maior gama de velocidades, bem como informar o condutor acerca do seu nível de fadiga e do tempo de condução decorrido desde a última paragem. Este sistema também dispõe de um ajuste de nível de sensibilidade.
Adicionalmente, estão também disponíveis, em opção, um conjunto de sistemas de assistência à condução que são totalmente novos, ou apresentam agora funções significativamente mais alargadas.

Descrição do conjunto de inovações

- DISTRONIC PLUS com assistência à direcção contribui para aliviar o esforço do condutor em manter o veículo na sua faixa, bem como detectar filas de trânsito de forma semi-automática
- Estreia absoluta, o sistema de assistência à travagem Brake Assist (BA) com BAS PLUS, juntamente com o dispositivo Junction Assist (Assistência ao Entroncamento). Capacidade de detectar o trânsito e os pedestres que se cruzam com o veículo e aumentar adequadamente a potência de travagem aplicada pelo condutor;
O sistema de travagem PRE-SAFE® Brake consegue detectar peões e iniciar autonomamente a travagem para evitar uma colisão, em velocidades até 50 km/h;
- O dispositivo PRE-SAFE® PLUS consegue reconhecer uma colisão traseira iminente. O condutor do veículo que segue atrás é alertado pela activação das luzes de aviso traseiras com uma frequência crescente. O sistema PRE-SAFE® acciona as medidas de protecção dos ocupantes de forma a reduzir as forças às quais estes estão sujeitos. Pode também aplicar firmemente os travões de estacionamento do veículo em caso de uma colisão traseira de forma a evitar acidentes secundários;
- Sistema PRE-SAFE® Impulse, os ocupantes dianteiros são puxados da direcção do impacto pelos seus cintos de segurança, logo numa fase muito inicial do acidente, antes de ocorrer a resultante desaceleração dos ocupantes. Numa colisão frontal, esta acção consegue reduzir substancialmente o risco e a gravidade dos ferimentos;
- Assistência activa de faixa de rodagem) consegue agora detectar se a faixa adjacente está ocupada, incluindo a detecção dos veículos que circulam em sentido contrário. Quando existe risco de colisão, o sistema consegue também evitar que o veículo saia da sua faixa de rodagem inadvertidamente sempre que exista duplo traço contínuo, aplicando os travões de um dos lados. Esta funcionalidade constitui o complemento perfeito para o Assistente de Ângulo Motor Activo;
- O Assistente de Luzes de Máximos Adaptativas permite que as luzes de máximos permaneçam ligadas sem encandear os outros veículos, graças à capacidade de os “ocultar” no cone do feixe de luz
- O Sistema de Estacionamento Activo permite o estacionamento automático com intervenção activa na direcção e nos travões, tanto em lugares paralelos como transversais;
- Além dos limites de velocidade, o assistente de limite de velocidades é agora igualmente capaz de detectar e de apresentar zonas onde vigora a proibição de ultrapassar a respectiva sinalização que assinala o fim da proibição. No caso dos sinais que impõem restrições de acesso, o sistema também emite avisos visuais e acústicos;
- A câmara de 360 graus cobre todos os quatro ângulos do veículo, permitindo, assim, uma visão geral uniforme, incluindo uma visão panorâmica (bird's eye) virtual, ou seja, uma visão de cima do veículo e da sua área circundante. As linhas dinâmicas de orientação (dynamic guide lines) ajudam a entrar e a sair dos espaços de estacionamento, bem como nas manobras.

Outro equipamento complementar

O equipamento de série do novo Classe E contempla já um extenso número de soluções e detalhes de elevada qualidade, como o HANDS-FREE ACCESS. Esta funcionalidade permite abrir a tampa do compartimento de bagagem sem qualquer contacto físico, bastando, para tal, posicionar o pé sob o pára-choques, o que traz imensas vantagens ao carregar ou descarregar a bagageira do veículo. 
Uma ampla e moderna gama de sistemas de informação e entretenimento permitem ao condutor manter-se actualizado durante a condução, nomeadamente no que respeita ao que se passa no mundo ou no escritório. Os sistemas também permitem a reprodução de música ou, opcionalmente, oferecer soluções de navegação e/ou ligação à Internet.
Ambas as versões do novo Classe E estão equipadas de série com o Audio 20 CD. Este conjunto possui sintonizador duplo e um leitor de CD com reprodução de ficheiros mp3, bem como uma ligação USB integrada no apoio de braço central. O monitor a cores TFT mede 14,7 cm na diagonal. O Audio 20 CD também suporta a ligação de dispositivos Bluetooth® e apresenta mensagens de texto (SMS) no monitor.

Solução multimédia integrada e completa

Opcionalmente, o sistema Audio 20 CD pode ser combinado com um leitor de CD para seis discos, bem como com o sistema de navegação Becker® MAP PILOT, que também pode ser instalado posteriormente. 
Em alternativa, a Mercedes-Benz oferece para o Classe E o sistema multimédia COMAND Online, que engloba monitor a cores com 17.8 cm e alta resolução, ligação à Internet, navegação com disco duro e função de ligação de emergência. Este conjunto pode ser combinado com um leitor de DVD com capacidade para seis CD’s. O conjunto COMAND Online possui acesso à Internet enquanto o veículo está imobilizado; o condutor poderá fazer pesquisas on-line, ou mesmo descarregar uma aplicação da Mercedes-Benz, um processo extremamente rápido e que pode ser utilizado durante a condução. As aplicações integradas incluem o Google™ Local Search and Weather (pesquisas locais e meteorologia) e a ferramenta para descarregar um itinerário que tenha sido previamente configurado num PC através do Google Maps e enviado para o carro. Além disso, estão também disponíveis aplicações para o Google™ Streetview e para o Google™ Panoramio.

-->

Sem comentários