Header Ads

Dakar 2013: Apesar de problemas no motor do carro, Carlos Sousa mantém a sexta posição

A cinco dias de terminar a competição, a dupla Carlos Sousa/Miguel Ramalho mantém-se no 6º lugar da geral. Mas sem os problemas sentidos com a correia de ventilação do motor do Great Wall, a formação nacional poderia ter terminado o dia com mais um excelente resultado. Os 18 minutos perdidos numa paragem para tentar solucionar o problema impediram Carlos Sousa de ficar entre os primeiros cinco no final da etapa. Afirmando que nas próximas etapas disputadas em dunas “o Great Wall perde claramente para os buggies", Carlos Sousa mostra-se ainda bastante preocupado com o problema mecãnico: "É a segunda vez que ele ocorre e, se isso se repetir no meio do deserto, tenho dúvidas de que consigamos continuar em prova”. No final do texto está um video com a participação chinesa nesta edição do Dakar, com particular destaque para o desempenho do piloto de Almada.

Na véspera do seu aniversário Carlos Sousa estava determinado em repetir a exibição do dia anterior. A verdade é que, logo nos quilómetros iniciais da 10ª especial, se assumiu como um dos pilotos mais rápidos em prova. Um pouco antes do quilómetro 125 era mesmo o 4.º mais rápido, à frente do líder Peterhansel.
Apesar de admitir que “desde o quilómetro 50 que o motor aquecia”, foi ao quilómetro 125 que os problemas se agravaram: “Com a temperatura a não parar de subir, o motor do Great Wall entrou em ‘safe mode’ e fomos obrigados a parar. Com a ajuda do Miguel Ramalho consegui substituir a correia que faz a ventilação do motor, mas com isso perdemos cerca de 18 minutos”.
Quando retomaram a “corrida”, Carlos Sousa e Miguel Ramalho perderam algum tempo no pó de vários pilotos, mas mais grave foi “a temperatura do motor nunca ter estabilizado para valores normais. Por esse motivo, não raras vezes fomos obrigados a reduzir bastante o ritmo, de modo a não afectar o motor”.
O 13º lugar em que terminaram a etapa traduz os problemas de que foram vítimas. Se descontado o tempo perdido com a substituição da correia, a formação nacional teria terminado o dia na 4ª ou na 5ª posição!
“É claro que o dia de amanhã e os dois a seguir não vão ser fáceis. Nas dunas, o Great Wall perde claramente para os buggies, mas esperamos atenuar essa desvantagem com um bom trabalho ao nível da navegação”, salienta o piloto de Almada. “No entanto, admito que estou bastante preocupado com o problema de que hoje fomos vítimas. É a segunda vez que ele ocorre e, se isso se repetir no meio do deserto, tenho dúvidas de que consigamos continuar em prova”, reconheceu o piloto de Almada.


CLASSIFICAÇÃO – ETAPA 10

Cl. Piloto/Navegador Carro Tempo/Dif.
Terranova/Fiuza BMW         3h57m58s
Roma/Périn MINI a 2m07s
Peterhansel/Cottret MINI a 2m19s
De Villiers/Von Zitzewitz Toyota a 5m26s
Gordon/Walch Hummer a 6m51s
SOUSA/RAMALHO GREAT WALL a 23m38s

GERAL APÓS ETAPA 10

Cl. Piloto/Navegador Carro Tempo/Dif.
Peterhansel/Cottret MINI 28h12m00s
De Villiers/Von Zitzewitz Toyota a 52m38s
Novitsiy/Zhiltsov MINI a 1h08m40s
Roma/Périn MINI a 1h34m04s
Terranova/Fiuza BMW a 1h58m49s
SOUSA/RAMALHO GREAT WALL a 2h35m00s
Chichérit/Garcin SMG a 2h51m23s

Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Sem comentários