Header Ads

ANÁLISE: Vendas automóveis em Portugal Março de 2014

O mercado automóvel nacional continua a dar provas de alguma vitalidade, embora os números registados continuem a ser considerados baixos quando comparados com aquilo que seria um volume normal (ou desejado) de vendas de veículos em Portugal. No primeiro trimestre de 2014 foram vendidos em Portugal 40.460 veículos automóveis, o que representou um crescimento de 43,8 por cento face a igual período de 2013. Concretamente no mês de Março de 2014, as 16.822 unidades transacionadas representaram mais 51,8 por cento do que em igual mês do ano anterior. Apesar deste crescimento, o mercado encontra-se abaixo dos níveis registados em anos anteriores a 2012. Contudo existem alguns indicadores bastante positivos e que podem refletir uma melhoria económica do País em termos globais, nomeadamente a acentuada subida das vendas de comerciais ligeiros e veículos pesados. As tabelas principais, marca a marca, já a seguir.

Através deste gráfico torna-se fácil perceber como, apesar do crescimento verificado, o mercado das vendas de veículos continua baixo face a anos anteriores a 2008 sobretudo
Na tabela de vendas de ligeiros de passageiros não há nada de significativamente diferente que mereça reparo. A Renault continua a liderar, a Peugeot beneficia do sucesso sobretudo do novo 308 para alcançar um excelente 2.º lugar na tabela. BMW e Mercedes fecham o Top 5. As maiores quedas do mês foram da Ford e da Honda, não sendo de considerar da Chevrolet que está a abandonar o mercado europeu.
No somatório do trimestre quase todas as marcas sobem, sendo as mais expressivas, em termos de unidades vendidas, a Renault, a Peugeot, a BMW e a Mercedes. Já em termos de variação percentual, entre Janeiro e Março deste ano as maiores subidas foram da Lancia, Mazda e Dacia, todas na casa dos 3 dígitos.


Sem novidades no que toca às duas marcas que ocupam as primeiras posições, Renault e Peugeot reforçam os números de vendas de ligeiros com os bons resultados no subsegmento dos comerciais.
As restantes marcas com tradição nesta classe ocupam as posições imediatas, mas há a destacar uma subida percentual significativa por parte da Kia.
Os 2.447 veículos comerciais ligeiros vendidos em Março representam um aumento de 87,2 por cento face ao ano anterior. De Janeiro a Março de 2014 o mercado absorveu 5.764 novas unidades, um aumento de 66,5 por cento face ao período homólogo do ano anterior. 

Outro indicador tradicionalmente revelador do clima económico são as vendas de veículos pesados.
Neste campo, entre veículos pesados de passageiros e de mercadorias, em Março de 2014 foram comercializados 226 veículos, o que representa um crescimento de 51,7 por cento por cento em relação ao mesmo período de 2013.
Nos três primeiros meses de 2014 as vendas situaram-se nas 742 unidades, um aumento de 42,7 por cento relativamente ao período homólogo do ano anterior.

-->

Sem comentários