Header Ads

APRESENTAÇÃO: Škoda Superb e Superb Combi (MY 2015)

- Terceira geração concebida sobre tecnologia MQB da VW, a mesma, por exemplo, do Passat

- Existem dois tipos de carroçaria com distância entre eixos 8 cm mais longa

- Lançamento em Portugal: Setembro de 2015

Desenvolvido com base na nova tecnologia de construção modular do grupo Volkswagen (MQB), a versão de cinco portas mede 4,86 metros de comprimento e tem 2,84 metros de distância entre eixos

Reforça a promessa de ser um dos mais espaçosos da classe, quer para ocupantes como de capacidade de mala: 625 litros na versão de 5 portas, um incremento de 30 litros em relação à segunda geração do Superb, passando a incluir uma lanterna removível.

Já no caso da carrinha, a bagageira cresceu 27 litros e passou a comportar de 660 (5 lugares) a um total de 2000 litros.

A porta da mala das duas versões (cinco portas e carrinha) têm abertura elétrica e, no caso da carrinha, pode ser aberta passando o pé por baixo do pára-choques.

O rebatimento de todos os encostos, incluindo o banco do passageiro da frente, permite transportar objectos com até 3,1 metros de comprimento.

Além da novidade de um tecto panorâmico deslizante proposto opcionalmente, o interior conta, pela primeira vez com sistema de ar condicionado com uma variante de três zonas. Para os dias mais frios estão ainda disponíveis bancos aquecidos, para-brisas aquecido e lava faróis aquecidos. 

Motores de 125 a 280 cv


O Novo ŠKODA Superb é proposto com motores turbo de injecção directa, sendo cinco TSI a gasolina e três TDI common-rail. No total, oito motores a saber:

- 1.4 TSI de 125 cv ou 150 cv
- 1.8 TSI de 180 cv
- 2.0 TSI de 220 cv ou 280 cv
- 1,6 Diesel TDI de 120 cv
- 2.0 TDI de 150 ou 190 cv

Todas as motorizações cumprem as normas EU6 e incluem sistema stop-start e de recuperação de energia de travagem de série.

Excepto na versão base a gasolina, todos os motores estão disponíveis com uma moderna transmissão de dupla embraiagem. Quatro motores estão disponíveis com tracção integral permanente baseada no sistema Haldex 5.

O coeficiente de arrasto é de 0,275 mas, no caso da versão GreenLine, ele baixa para 0,263. Esta versão consome apenas 3,7 l/100 km e as emissões de CO2 não ultrapassam os 95 g/km. O veículo ficou também mais leve 75 kg.

O novo Superb é o primeiro carro da marca com chassis adaptativo dinâmico (Dynamic Chassis Control / DCC), incluindo o Driving Mode Select.

O travão de mão tradicional é substituído por um travão de estacionamento eléctrico (de série), opcionalmente pode contar a mais recente geração do sistema de ajuda ao estacionamento (Park Assist) e, também pela primeira vez, com uma câmara de visão traseira.

Segurança e ligação ao Mundo


De série ou em opção, o novo Superb pode incluir praticamente todo o equipamento relacionado com a segurança disponível no mercado, incluindo iluminação automática em caso de cruzamento.

Os faróis são equipados com tecnologia de halogéneo ou com luzes bi-xénon, incluindo a função AFS e luzes diurnas em LED.

Estão igualmente disponíveis novos sistemas de interligação com o Mundo, via smartphone, controlado a partir de um ecrã táctil a cores ou, remotamente, a partir dos bancos traseiros. Pode mesmo contar no sistema mais evoluído com conexão 4G, DVD, memória de 64 Gb e televisão internet.

A Skoda já vendeu mais 200 mil versões Superb Combi em todo o Mundo, cerca de 35% do total de todos os modelos comercializados até ao momento.


Sem comentários