Header Ads

ANÁLISE: Mercado Automóvel em Portugal continua a crescer. Mas...

O sector das vendas de automóveis em Portugal continua a dar sinais de recuperação. Com um crescimento de 5,7% nos primeiros nove meses do ano, em Setembro de 2013, à semelhança do que aconteceu nos três meses anteriores, o mercado nacional registou uma variação homóloga de 14,7 por cento, tendo sido comercializados 8.826 veículos ligeiros e pesados. Até 30 de Setembro, foram vendidos em Portugal 91.782 veículos automóveis, quase 5000 unidades a mais do que em igual período de 2012, o pior ano de vendas dos últimos 27. Acompanhe o sobe e desce das marcas e descubra quem mais vende em Portugal através dos habituais quadros com o número de unidades comercializadas.



Segundo a ACAP, entidade que fornece estes dados, apesar do crescimento encorajador do mercado, as vendas continuam a ser historicamente baixas quando comparadas com anos anteriores.
A título de exemplo, entre Janeiro e Setembro de 2010 foram vendidos 161.399 automóveis ligeiros de passageiros e, durante igual período de 2011, 123.464 unidades. Em 2012 registava-se, pela mesma altura, uma quebra de vendas para as 74.461 unidades. Daí que os 79.383 ligeiros de passageiros, vendidos até final de Setembro deste ano, continuem a ser um número preocupante para o sector.
Por outro lado, as vendas de viaturas pesadas - de passageiros e de mercadorias - continuam em queda, um mau sinal já que o seu crescimento costuma acompanhar a retoma da economia em termos globais.


Resultados por marca


Analisando o quadro das vendas de ligeiros de passageiros, facilmente se constata que a Renault voltou a ser a marca mais vendida, consolidado a vantagem que detém, desde o início de 2013, sobre a VW.
O mais surpreendente é constatar que a segunda marca mais vendida no mês de Setembro foi… a BMW. As 672 unidades de passageiros comercializadas nesse mês conservam a marca alemã na quarta posição de vendas em Portugal, logo seguida pela Mercedes e, dois lugares mais abaixo, pela Audi.
Ao longo de 2013, além destas marcas, outras têm vindo a crescer significativamente, como a Seat, Dacia, Mazda, Mini, Lancia, Jaguar, Land Rover ou Lexus, todas acima dos 20 por cento.
Em sentido contrário, Ford, Skoda, Kia, Smart, Alfa Romeo e Hyundai são as marcas que, em termos de volume, têm sentido maiores dificuldades nas vendas.
   
Veículos Comerciais Ligeiros

Apesar das vendas de viaturas comerciais ligeiras não representarem a importância de anos anteriores, continua a ser um sub-segmento significativo para algumas marcas, como são o caso da Citroen e da Peugeot.
A seguir à Renault, as marcas do grupo PSA fecham o pódio de vendas dos comerciais ligeiros, contribuindo mesmo para que a Peugeot seja a terceira marca mais vendida em Portugal no cômputo global de veículos ligeiros.
Para marcas como a Mitsubishi, as vendas de comerciais ligeiros representa mesmo cerca de metade das vendas de ligeiro de passageiros.

Veículos Pesados

Quanto ao mercado de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, em Setembro de 2013 verificou-se um decréscimo de 19,4 por cento em relação ao período homólogo, tendo sido comercializados 175 veículos desta categoria.
Em termos acumulados, nos primeiros nove meses de 2013, as vendas situaram-se nas 1.437 unidades, o que representou um decréscimo de 5,5 por cento relativamente ao período homólogo do ano anterior.
Tato nos pesados de passageiros como nos pesados de mercadorias, a Renault volta a ser a marca mais vendida, logo seguida da Volvo e da Mercedes.

-->

Sem comentários