Header Ads

APRESENTAÇÃO: Citroën C4 Cactus. Preços e características.


- A grande inovação do exterior são os Airbump®, que lhe reforça o design mas, sobretudo protege a carroçaria. São de série em toda a gama
- Interiormente possui uma "interface" de condução 100% digital em torno de um ecrã táctil de 7 polegadas que liberta grande parte do tablier
- Mais inovações: airbag para passageiro colocado no tejadilho e bancos dianteiros amplos, desenhados no espírito de um sofá
- Gama simplificada estruturada em torno de três motores: um a gasolina (1.2/82 cv) e dois diesel (1.6 com 92 e 100 cv)
-Preços de 16.000 e 20.200 euros respectivamente nas variantes a gasolina e diesel do nível de equipamento de entrada

O protótipo falado NESTE TEXTO e que foi revelado ao Mundo, pela primeira vez, no Salão de Frankfurt de 2007 foi, desde logo, apresentado como uma nova abordagem, mais radical, aos futuros modelos da linha C.
Nas palavras da marca francesa, encarna uma nova revolução de design e de mais tecnologia.
Na fórmula desta nova equação automóvel, a marca colocou o design, o conforto e tecnologias inovadoras e úteis que, somadas, resultassem num custo de produção, venda e consequente manutenção mais comedidos.
Uma dessas inovações é precisamente um dos elementos que mais identifica o novo modelo: os Airbump. Além do reforço da componente estética, porque personalizáveis, a protecção da carroçaria nas zonas mais sensíveis acrescenta-lhe uma tremenda vantagem económica.
Incorporados nos flancos e nos pára-choques, eles estruturam também graficamente o estilo do C4 CACTUS. Disponíveis em quatro cores (Preto, Cinza, Dune e Chocolate), ampliam as possibilidades de personalização quando associados às 10 cores da carroçaria disponíveis ou aos 3 universos interiores: Ambiance Stone Grey, Pack Habana Inside e Pack Purple Inside.
Garantem também uma protecção adicional contra as agressões do quotidiano. A superfície macia do material plástico de uretano contém cápsulas de ar destinadas à absorver choques e não requerem qualquer manutenção especial.

A gama destinada ao mercado nacional articula-se em torno de três motores – um PureTech a gasolina e dois diesel e-HDi e BlueHDi – e outros tantos níveis de equipamento: Live, Feel e Shine.
No que toca a preços, as variantes a gasolina e diesel do nível de equipamento de entrada – denominado Live – começam nos patamares dos 16.000 e 20.200 euros quando equipados com caixa de velocidade manual.
Para se perceber melhor esta é a estrutura de preços:

Uma oferta especial de lançamento, válida até 30 de Setembro de 2014, oferece aos clientes um upgrade de versão, podendo adquirir um C4 Cactus de nível Shine pelo preço de um C4 Cactus Feel, ou este último pelo preço de um C4 Cactus Live.

Interior tecnológico e distinto

Interiormente, o C4 Cactus destaca-se por um “interface” de condução inteiramente digital e muito intuitivo, de modo a providenciar uma posição de condução livre e conectada, com comandos agrupados em torno de um ecrã táctil de 7 polegadas que é proposto de série.
Em destaque os amplos bancos dianteiros desenhados no espírito de um sofá e o airbag para o passageiro colocado no tejadilho (abre-se ao longo do pára-brisas). Graças a isso fica disponível um espaço adicional e uma maior capacidade de arrumação dianteira
O tejadilho panorâmico de grandes dimensões (disponível em opção no nível superior do C4 CACTUS) é dotado de um tratamento térmico de alta performance: além de filtrar a luz e proteger do calor, garante uma protecção contra os raios UV, comparável à dos óculos de sol de categoria 4. A sua capacidade de protecção luminosa, térmica e acústica permite dispensar o uso de uma cortina, traduzindo-se numa redução de peso (-6 kg) e da distribuição de massas (reduzindo o centro de gravidade, beneficiando o comportamento em estrada).
Na parte traseira os passageiros desfrutam de espaço para os joelhos semelhante ao actual C4.
Apresentando uma distância entre eixos semelhante, o C4 CACTUS é contudo mais compacto (apenas 4,16 m de comprimento, o que facilita a condução e maneabilidade urbana), mas oferece uma generosa bagageira com 358 litros de volume.
O design interior fortemente personalizado é marcado pelo tema “viagem”, bastante evidente no revestimento das portas (tiras de couro) ou na secção superior do painel de bordo (ferragens e pespontos), que evocam as típicas malas de viagem.

Leveza versus eficiência mecânica

Com uma distância entre eixos de 2,60 m (equivalente à de um actual C4), tem no entanto apenas 4,16 metros de comprimento por 1,73 metros de largura. Uma altura de apenas 1,48 m beneficia a aerodinâmica, tal como as cavas das rodas reduzidas.
Possui ainda um perfil ideal em termos de estilo, com 1/3 de superfícies vidradas e 2/3 de flancos.
Há uma notável redução de peso (menos 200 kg face ao actual C4) através da associação de uma plataforma optimizada a motores eficientes. Isso favorece consumos e emissões e aumenta o prazer de condução.
Juntamente com a nova plataforma e alguns ganhos na mecânica, as formas mais simples da carroçaria, com superfícies lisas e volumes fluidos, o uso de aço de elevada elasticidade, o capot em alumínio, os vidros traseiros com abertura e um banco traseiro rebatível do tipo monobloco permitiram uma redução de peso de 200 kg face ao actual Citroën C4. Daí emissões de CO2 de somente 82 g/km ou de consumos de 3,1 l/100 km para a versão diesel e de menos de 100 g/km de CO2 com o motor a gasolina.
Nas versões equipadas com caixa de velocidades pilotada ETG, a tradicional alavanca de mudanças foi removida em benefício do sistema “Easy Push”. Este comando simplificado compõe-se de um “push” para a selecção “D”, “N” e “R”, colocado na secção inferior do painel de bordo e de patilhas no volante para seleccionar manualmente as velocidades.


Tecnologia orientada para necessidades reais

De série, o ecrã táctil de 7 polegadas permite aceder a todas as funções de um automóvel moderno: climatização automática, sistemas multimédia (incluindo rádios digitais, o “streaming” de áudio, a ligação de aparelhos nómadas, a memorização de músicas e o visionamento das suas próprias fotografias), navegação (cartografia em perspectiva, indicação dos limites de velocidade, condições de circulação e possibilidade de escolha do percurso mais económico em termos de consumos), ajudas à condução (câmara de visionamento traseiro, sistema Park Assist, limitador-regulador de velocidade programável), telefone (função mãos-livres através de Bluetooth, acesso à lista de contactos, fotos de perfil e gestão da dupla chamada), serviços conectados (portal CITROËN Multicity Connect, através de ligação 3G) e regulação de diversos parâmetros (incluindo, nomeadamente, avisos a bordo interactivos).
Adicionalmente pode ser conectado às aplicações do portal CITROËN Multicity Connect e aceder a múltiplos aplicativos: indicador do posto de gasolina mais próximo e/ou o mais barato, procura de hotel ou restaurante e tráfego, incluindo alertas para as zonas de circulação condicionadas através da aplicação “Coyote”.
O Citroën C4 CACTUS dispõe de mais ajudas à condução destinadas a facilitar o dia-a-dia:
- Sistema Park Assist para auxiliar o condutor na busca por um espaço de estacionamento, realizando a manobra de modo automático uma vez detectado o local. O condutor apenas tem que gerir o acelerador e o travão.
- Ajuda às manobras de estacionamento através de uma câmara de visão traseira, cuja imagem é exibida no ecrã táctil.
- A ajuda ao arranque em plano inclinado mantém, de modo automático, o veículo travado durante 2 segundos.
- A iluminação estática nos cruzamentos disponibiliza um feixe de luz adicional no interior de uma curva.
-  Sistema "Magic Wash" (de série em toda a gama) que permite excluir o desconforto visual relacionado com a lavagem do pára-brisas<, e pelo tejadilho vidrado panorâmico com elevada protecção térmica.
- O serviço “CITROËN eTouch” integra um sistema de chamada de emergência e um de assistência localizadas (de acordo com os países). Estes dois serviços são gratuitos e estão permanentemente disponíveis graças a um cartão SIM integrado, que garante uma localização precisa e uma intervenção rápida de socorro na eventualidade de um incidente ou de um acidente.
- No domínio das demais inovações tecnológicas, o conforto a bordo é incrementado pelo tejadilho
panorâmico de grandes dimensões (disponível em opção no nível superior do C4 CACTUS), dotado
de um tratamento térmico de alta performance (o melhor do mercado), já que, além de filtrar a luz e
proteger do calor, garante uma protecção contra os raios UV, comparável à dos óculos de sol de
categoria 4. A sua capacidade de protecção luminosa, térmica e acústica permite dispensar o uso de
uma cortina, traduzindo-se numa redução de peso (-6 kg) e da distribuição de massas (reduzindo o
centro de gravidade, beneficiando o comportamento em estrada). Já o conforto de condução evolui
com o sistema «Magic Wash» (de série em toda a gama), uma inovação simples e inteligente que
permite excluir o desconforto visual relacionado com a lavagem do pára-brisas

Receita (adiada?) para um (desejado) sucesso

A importância deste novo modelo é enorme. Para a marca, já que ele irá inserir-se num segmento que representa uma fatia importante das suas vendas, e para o grupo PSA que, financeiramente, já viu melhores dias.
Com o Mundo em mudança e novos hábitos de consumo, a Citroën pensa ter encontrado uma fórmula de ir ao encontro dos consumidores. Não apenas com um produto que oferece funcionalidades radicalmente novas e inovadoras, como ainda proporcionando-o de um modo financeiramente mais atraente e ajustável às possibilidades e necessidades dos clientes.
Como? Criando dois novos métodos de aquisição: permitindo a escolha de uma prestação mensal em função do orçamento do comprador e dos benefícios que ele realmente necessita, ou através de uma compra “ao quilómetro” (consoante o país), com a promessa do cliente pagar apenas o que verdadeiramente utiliza, em função da quilometragem percorrida.
No fundo, variações sobre sistemas de aluguer, acompanhados do novo programa «CITROËN & YOU», que assume, por exemplo, o compromisso de contactar, no prazo de 24 horas, um cliente insatisfeito ou de entregar a viatura lavada após uma passagem pela oficina.
Compromissos esses acompanhados de uma nova ferramenta chamada CITROËN Advisor, uma página de Internet na qual os clientes poderão “postar” as suas opiniões após a sua passagem por um ponto de venda da Marca.
Esta foi uma primeira explicação do sistema, dada conjuntamente com a apresentação do veículo. Não se sabe se alguma poderá vir a ser aplicada em Portugal.

-->

Sem comentários