Header Ads

ANÁLISE: Mercado automóvel em Portugal parece recuperar mas continua em queda

Apesar de uma ligeira recuperação face ao primeiro semestre do ano, as vendas de automóveis ligeiros de passageiros continuam com valores francamente negativos face ao ano anterior. No topo, Renault e VW quase dividem a liderança, com uma diferença de poucas centenas de unidades. O VW Golf foi o responsável pelo facto da marca alemã ter sido a que mais vendeu em Portugal durante o mês de Novembro, mas os franceses contam, este mês, com o novo Clio para reforçar a liderança antes do ano terminar. Nesta categoria, apenas sete marcas já venderam mais de cinco mil carros este ano e, curiosamente, três são construtores premium - BMW, Audi e Mercedes -, sendo que, destas, a Audi foi a que menos perdeu face ao ano anterior: menos 8,3 por cento das vendas. Para encontrar uma variação positiva torna-se necessário descer até ao 27.º lugar da grelha, cabendo essa honra à Lancia que, até Novembro de 2012, vendeu mais 8 carros face a igual período do ano anterior. Há casos dramáticos no "ranking" das vendas, confira já a seguir quais são na respectiva tabela dos primeiros 11 meses de 2012.

A presente análise é feita baseada nos números divulgados pela ACAP - Associação Automóvel de Portugal.
No mês de Novembro de 2012 foram vendidos em Portugal 7.127 automóveis ligeiros de passageiros, menos 25,4 por cento que no mês homólogo do ano anterior. Esta variação percentual negativa é menos acentuada do que a queda acumulada nos onze primeiros meses do ano, factor que deve muito ao facto das vendas automóveis em Portugal já estarem em queda desde o último trimestre de 2011.
Com o mercado a registar vendas tão fracas, todos os números contam. Não são portanto completamente despicientes as vendas de comerciais ligeiros, uma vez que, para algumas marcas, elas representam valores quase iguais aos das vendas de ligeiros de passageiros (caso da Citroën) ou até bastante superiores (como a Mitsubishi, por exemplo). Novembro de 2012 encerrou com um total de 1.515 veículos comerciais ligeiros vendidos, uma variação negativa de 49,6 por cento.
Em contraciclo com os restantes segmentos, o mercado de veículos pesados de passageiros e de mercadorias registou um crescimento de 31,2 por cento, tendo sido comercializados 206 veículos, ou seja, mais 49 do que no mesmo período de 2011. Apesar disso, de Janeiro a Novembro de 2012, as 1.964 unidades vendidas não impediram uma queda do mercado de 31,8 por cento relativamente ao período homólogo do ano anterior.
Seguem-se as tabelas de todos os segmentos analisados:


  


Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Sem comentários