Header Ads

APRESENTAÇÃO: Kia Optima (MY 2013)

Chega numa altura difícil do mercado mas tem todas as condições para triunfar: estética e qualidade de construção, aliadas a preços e a uma economia de consumos que é garantida por motores actuais e competentes. Nomeadamente o eficiente motor de 1.7-litros VGT diesel, que debita 136 CV e promete emissões de 128 g/km quando adaptado ao sistema ISG start/stop da Kia. Inteiramente novo, o Optima é mais baixo, mais comprido, mais largo e apresenta uma distância entre eixos maior (2795 mm) quando comparado com os anteriores modelos da Kia neste segmento. Na expectativa de uma procura elevada, é ainda um dos poucos carros que o construtor fabrica em três locais diferentes: Hwasung na Coreia, Georgia nos Estados Unidos e na Donfeng Yueda Kia Plant 1 na China. O Kia Optima está disponível em Portugal a partir de cerca de 33 mil euros (todas as despesas incluídas), mas preços, características e as novidades em matéria de equipamento vêm já a seguir. O texto da versão renovada para 2014 está AQUI.

Com uma estética atrevida e visualmente bastante desportiva (talvez por isso ande a acumular prémios de design por todo o Mundo…), o Kia Optima deve este seu porte atlético e muito actual ao facto de ter DNA muito ocidental.
nstruído sob a orientação de Peter Schreyer e das equipas de design Kia em Frankfurt e em Irvine, na Califórnia, o Optima pretende inspirar e desafiar potenciais consumidores com uma mistura de linhas simples e fluídas mas que, no geral, cativam pela elegância e pela percepção de uma forte carga dinâmica.
Deve isso, em grande medida, ao facto de, quando visto de perfil, se assemelhar a um coupé. O que contribui para a excelente aerodinâmica revelada: Cd de 0.29.
Lançado no mercado coreano em Maio de 2010, o carro foi um êxito e assumiu-se como “bestseller” nacional para a Kia. A forte procura nos Estados Unidos levou o construtor a abrir uma linha de montagem na fábrica da Kia na Georgia, local onde também é produzido o novo Sorento.
Para o mercado europeu as especificações do Kia Optima foram alteradas, indo ao encontro do gosto dos consumidores do Velho Continente. Nomeadamente com uma forte aposta em duas mecânicas distintas: o 1.7-litros VGT diesel que debita 136 CV e um novo 2 litros a gasolina com 170 CV.
Em determinados mercados europeus, Portugal incluído, a Kia propõe também uma versão gasolina/híbrida.
Tal como todos os modelos Kia vendidos na Europa, o Optima beneficia da garantia de 7 anos ou 150,000 quilómetros, transmissível de proprietário em proprietário.
Características mais completas e uma relação mais detalhada do equipamento constam no final deste texto.
O texto da versão renovada para 2014 está AQUI.

Motor a gasóleo com ou sem ISG

Para Portugal a grande aposta recai sobre a unidade a diesel de 1.7 litros, equipada com turbo de geometria variável para ajudar a garantir 136 CV e um binário de 325 Nm às 2,000 rpm.
Entre as várias medidas adoptadas para melhorar a eficiência do motor estão uma embraiagem que desliga o alternador e um sistema de gestão da bateria. Isto contribui para emissões baixas, somente 133 g/km de CO2.
Contudo, os condutores que queiram reduzir ainda mais o impacto ambiental poderão optar pelo pack opcional EcoDynamics da Kia. Com sistema ISG start/stop, que desliga automaticamente o motor e volta a ligá-lo em situações de paragem no trânsito, as emissões do Kia Optima baixam para 128 g/km.
Deste modo, o modelo entra na lista dos veículos com direito a taxas especiais na maioria dos países europeus.

Kia Optima (MY 2013) - Preços com todas as despesas incluídas
1.7 CRDi TX
32.897 euros
1.7 CRDi TX Auto
37.897 euros
2.0 HEV D-CCVT TX Auto
35.897 euros

Novo motor a gasolina e versão híbrida

No mercado está igualmente disponível uma versão híbrida, que é alimentada por um inovador motor 2.0 litros a gasolina acoplado a uma unidade eléctrica.
A marca antecipa um consumo misto de apenas 5.4 l/100 km, mas são as emissões de 119 g/km que merecem maior destaque.
A potência eléctrica de 40.2 cv alia-se aos 150 cv do motor de explosão, enquanto o binário deste moitor eléctrico é bastante expressivo: 205 Nm entre as 0 e as 1400 rpm.
Para saber mais detalhes sobre esta versão consulte a tabela no final do texto.
Em alguns mercados europeus estará também disponível um novo motor a gasolina de 2.0 litros, designado “Nu”, que pode ser comandado através de uma transmissão manual ou automática de seis velocidades.

Equipamento e características “premium “

Fiel à filosofia de produzir carros que apresentam uma excelente relação qualidade/preço, o Kia Optima está equipado com níveis generosos de opcionais.
De série está presente o ar condicionado com duplo controlo de climatização, enquanto algumas versões poderão incluir bancos dianteiros aquecidos e o banco do condutor ventilado.
Mas a segurança é um dos aspectos em que a marca coreana mais apostou. A carroçaria, inteiramente nova, incorpora aço de alta resistência e técnicas estruturais avançadas, que o construtor espera sirvam para obter as 5 estrelas nos testes de segurança da Euro-NCAP.
De série estão presentes travões de disco nas quatro rodas, apoiados pelo ABS, ESC e VSM (gestão de estabilidade do veículo).
O VSM é um novo sistema que combate os efeitos da aderência assimétrica em piso escorregadio e mantém a estabilidade do veículo, reduzindo o esforço do condutor na direcção, se está a aplicar esforço a mais, ou aumentando o esforço, se o condutor não está a aplicar esforço suficiente.
Para alertar outros condutores para as manobras de travagem de emergência, o ESS (sistema stop de emergência) também é de série. Este sistema detecta quando o condutor faz uma travagem brusca e pisca as luzes de travão para avisar os veículos de trás.
O modelo está equipado com airbags frontais, laterais e de cortina, para além dos bancos dianteiros terem apoios de cabeça activos, de forma a minimizar as lesões no pescoço.
O texto da versão renovada para 2014 está AQUI.

Sem comentários